Gilson Kleina valoriza postura da Ponte contra Sampaio: "Mostrou poder de reação"
Imagem: reprodução/Ponte Preta

A Ponte Preta venceu o Sampaio Corrêa por 3 a 2 nesta sexta-feira (3) e conseguiu respirar um pouco na luta contra o rebaixamento na Série B 2021. O jogo foi em Campinas, no estádio Moisés Lucarelli.

A Macaca venceu a partida por 3 a 2 e conseguiu a quinta vitória seguida em casa. Embora seja uma marca interessante sob seus domínios, foi apenas a sexta na Série B em 22 jogos. 

Gilson Kleina, técnico da Ponte, exaltou o poder de reação do time, ao conseguir uma virada no placar: 

A equipe mostrou realmente, um poder de reação. Esse poder de reação passou por várias situações. Fico feliz também pelos atletas que entraram. Nós tivemos algumas substituições. A que nos dificultou foi a de lesão, mas estou muito contente por dar essa vitória à Ponte Preta. Esses jogadores executaram e foram determinantes para que nós pudéssemos fazer mais três pontos e poder subir na tabela. Isso eu estou muito contente. É claro que isso aí é trabalho”.

Aos 22 minutos do segundo tempo, após falha incrível do goleiro Luiz Daniel, Moisés, um dos principais jogadores da equipe e um dos que mais driblam no futebol brasileiro, perdeu um gol impressionante e aos 25 veio o empate. Kleina falou que quando o Moisés não fizer o gol, é importante que essa coletividade apareça, como foi no jogo de ontem: 

Quando o Moisés não fizer o gol, é importante que a Ponte Preta saia vitoriosa e saia todo mundo feliz. Quem ganha é o coletivo. Então eu fico feliz. É claro que nós tivemos a ausência de Niltinho, que está machucado, mas ganhamos o Richard, que fez partida também. Depois, entrou Iago. O Iago trabalhou, nessa semana, um pouco com uma contratura na região lombar, porque ele tomou uma pancada muito forte do Zeca no jogo contra o Vasco. Então a gente vai trabalhando com essas situações. A equipe está comprometida. Então não só é Moisés".

A Ponte Preta volta a campo no sábado (11), para enfrentar o Cruzeiro, às 11h, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG). 

VAVEL Logo