Iguais em pontuação, Coritiba e Avaí fazem duelo essencial na luta contra Z-4

Empatados com 35 pontos, equipes não perdem a três rodadas e buscam vitória para terminar rodada fora da zona de rebaixamento

Iguais em pontuação, Coritiba e Avaí fazem duelo essencial na luta contra Z-4
Foto: Jamira Furlani/Avaí FC
Coritiba
Avaí
Coritiba: Wilson; Léo, Cleber Reis, Werley, Thiago Carleto; Jonas, Alan Santos; Tiago Real, Yan Sasse, Rildo; Keirrison. Técnico: Marcelo Oliveira
Avaí: Douglas; Leandro Silva, Alemão, Betão, Capa; Judson, Pedro Castro; Júnior Dutra, Marquinhos, Luanzinho; Rômulo. Técnico: Claudinei Oliveira
ÁRBITRO: Marcelo de Lima Henrique, que será auxiliado por Michael Correia e Silbert Faria Sisquim, todos do RJ
INCIDENCIAS: Partida válida pela 32ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2017, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba, PR; a partida começa às 21h (horário de Brasília)

Colados na tabela do Campeonato BrasileiroCoritiba Avaí se enfrentam no Couto Pereira em mais um confronto direto decisivo na luta contra o rebaixamento. As duas equipes têm 35 pontos, mas o Coxa está fora da zona de rebaixamento - é o 16º -, enquanto o Leão é o 18º por conta dos critérios de desempate. Sport e Ponte Preta também somaram o mesmo número de pontos.

No primeiro turno, o Coritiba goleou o Avaí na Ressacada por 4 a 1, em jogo da 13ª rodada. No total, as equipes disputaram 31 partidas, com 15 vitórias do Coxa, sete do Avaí e nove empates.

Com Keirrison no ataque, Coxa quer manter boa fase

As três partidas sem derrota do Coritiba nas últimas rodadas, tiraram o time da zona de rebaixamento após um longo tempo. Mesmo sendo a segunda pior campanha do returno, a grande vitória de virada sobre o Sport por 4 a 3 no último domingo (29) alçou o time para o 16º lugar, com 35 pontos.

O técnico Marcelo Oliveira terá que mudar o comando de ataque do Coxa. Artilheiro do time na competição com sete gols, Henrique Almeida está suspenso e, seu substituto imediato, Kleber, também ficará fora por lesão na panturrilha. Assim, o titular será Keirrison, que tem apenas três partidas e nenhum gol marcado no Brasileiro.

"Fizemos o último treinamento com o Keirrison e é uma boa oportunidade para ele, que vem treinando sério. É um finalizador, e o jogo vai ter um apelo mais ofensivo. Ele pode nos ajudar bastante", afirmou o treinador.

Apesar da boa sequência, o técnico Marcelo Oliveira destacou que a situação do Coxa ainda não está resolvida e que o confronto contra o Avaí será complicado, até por conta do retrospecto - o time catarinense ganhou mais partidas fora (cinco) do que em casa (três) na competição.

"A gente tem que impor o jogo e ter muita paciência, porque o Avaí joga bem fora, tem bom contra-ataque e é perigoso na bola parada. É um jogo de inteligência e paciência, mas sem deixar de se impor dentro de casa. Ainda estamos numa situação complicada, precisamos entender isso e não prejulgar o Avaí achando que vai ter qualquer facilidade.

Além desses problemas no ataque, o Coritiba também não poderá com os laterais Rodrigo Ramos e Henrique Gelain, o zagueiro Geovane, o atacante Neto Berola e o meia Baumjohann, todos fora por conta de problemas físicos.

Claudinei muda pouco o time titular para mais uma 'decisão'

O empate em casa por 2 a 2 diante dos reservas do Grêmio deixou um gosto agridoce para o Avaí. A equipe mostrou poder de reação para buscar o empate em duas oportunidades, mas também perdeu a chance de voltar a vencer diante do seu torcedor, diante de um adversário enfraquecido e focado em outras competições. Além disso, o resultado devolveu o time ao Z-4 às vésperas de um confronto direto.

Em relação ao jogo anterior, o técnico Claudinei Oliveira deve fazer apenas uma alteração no time titular. Na lateral-esquerda, Capa volta ao 11 inicial na vaga de João Paulo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O único jogador contundido do Avaí é o volante Luan, fora por conta de uma lesão na coxa.

Assim como todos os outros confrontos dessa reta final do Brasileiro, Claudinei Oliveira classificou a partida em Curitiba como mais uma decisão na luta do Avaí para evitar o retorno para a Segunda Divisão.

"A gente tem que encarar cada jogo como uma decisão. Temos que brigar por todos os pontos, por todas as divididas, todas as jogadas, temos feito isso. A pontuação está igual, podemos empatar com o Coritiba e dependendo dos resultados, saímos do rebaixamento. Vencendo com certeza nós vamos sair. Vamos brigar pela vitória, sempre com inteligência", disse o treinador.