Sob os olhos de Campello, Vasco bate Nova Iguaçu e vence a primeira do ano

Novo presidente do clube, eleito na última sexta-feira (19), estava em São Januário e acompanhou a primeira vitória do Vasco em 2018

Sob os olhos de Campello, Vasco bate Nova Iguaçu e vence a primeira do ano
Evander fez seu segundo gol pelos profissionais com a camisa do Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)
Vasco da Gama
4 2
Nova Iguaçu
Vasco da Gama: Martín Silva; Pikachu, Erazo, Ricardo, Henrique; Desábato (Bruno Paulista, min. 36), Wellington (Rafael Galhardo, min. 19), Evander (Andrey, min. 26), Paulinho (Caio Monteiro, min. 19), Wagner; Ríos (Paulo VItor, min. 36).
Nova Iguaçu: Jefferson; Daniel (Wallace, min. 21), Raphael Azevedo, Murilo Henrique, Lucas; Paulo Henrique, Caio Cezar (Vinícius Matheus, min. 36), Robinho (Bruno Smith, min. 21), Jonathan (Vinicíus Paquetá, min. 45); Wescley (Ronan, min. 36), Adriano.
Placar: 1-0, min. 16, Evander. 2-0, min.26, Ríos. 2-1, min. 61, Murilo Henrique. 2-2, min. 80, Bruno Smith. 3-2, min. 83, Pikachu. 4-2, min. 90, Andrey.
ÁRBITRO: Rodrigo Carvalhaes (BRA)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos Taça Guanabara - Campeonato Carioca. O jogo foi disputado no estádio de São Januário, Rio de Janeiro.

Vasco e Nova Iguaçu se enfrentaram na tarde deste domingo (21) em São Januário, pelo Campeonato Carioca. Mesmo em momento muito conturbado fora de campo e com muitas estreias, o time da casa saiu vencedor com gols de Evander, Ríos, Yago Pikachu e Andrey, já o time visitante fez seus dois gols com Murilo Henrique e Bruno Smith

Com a vitória, o Vasco conquistou seus três primeiros pontos no grupo B, ficando momentaneamente na 3ª posição atrás do Bangu e do arquirrival Flamengo. No lado laranja, o Nova Iguaçu com a derrota ficou na última posição e segura a lanterna do grupo B. Na próxima rodada, a equipe de Zé Ricardo enfrenta a Cabofriense em Bacaxá na quarta-feira (24). Já o Nova Iguaçu joga na quinta-feira (27) e enfrenta o Volta Redonda no estádio Laranjão. 

Filme repetido nos gols e superioridade vascaína

O jogo começou muito movimentado mas com qualidade técnica bem baixa, exemplificada com a grande quantidade de passes errados, o que fica em maior evidência no início de temporada. O primeiro lance de perigo da partida foi do Nova Iguaçu, Adriano recebeu pelo lado esquerdo e cortou para o meio, depois finalizou forte e obrigou Martín Silva a fazer uma grande defesa.

O Vasco respondeu logo depois e da mesma forma, Paulinho recebeu pela esquerda e finalizou, a bola passou raspando na trave. E foi pela esquerda que saíram os dois gols cruzmaltinos, no primeiro, Henrique levantou e Evander, bem posicionado, cabeceou forte e abriu o placar. No segundo gol, Henrique achou Andrés Ríos dentro da área, o atacante argentino desviou e venceu o goleiro Jefferson, 2 a 0 pros donos da casa com apenas 26 minutos. 

Aos 32 minutos, o Nova Iguaçu voltou a ameaçar o Vasco, Lucas recebeu pela esquerda da grande área e finalizou, a bola passou rente ao gol de Martín Silva. Logo depois, mais uma vez o Nova Iguaçu ameaçou, Paulo Henrique cobrou falta com perfeição, Murilo Henrique subiu, e cabeceou forte, Martín Silva foi obrigado a fazer mais uma boa defesa. 

Agitação e quatro gols na segunda etapa

A segunda etapa teve mais lances perigosos em virtude da queda de rendimento físico das duas equipes. O meio-campista Wagner fez a primeira chegada do segundo tempo, o jogador do Vasco arriscou de fora da área e a bola acabou subindo muito. Mas a primeira investida mais perigosa foi do Nova Iguaçu e culminou em gol. Após cobrança de escanteio de Paulo Henrique, o zagueiro MuriloHenrique subiu e desviou bonito para bater o goleiro Martín Silva. O ex-vascaíno Adriano, atacante do Nova Iguaçu, fez bom lance e finalizou com força obrigando Martín Silva a espalmar meio sem jeito para a linha de fundo. 

Os visitantes faziam um ótimo segundo tempo e dominavam o Vasco, tanto que diminuíram e empataram o placar. O empate aconteceu depois de cruzamento perfeito de Wescley, que foi concluído por Bruno Smith que aproveitou a falha do estreante Rafael Galhardo na marcação. 

Apesar de estar pior na partida, o Vasco fez valer o peso da camisa e desempatou, Andrey dividiu com Murilo Henrique no setor ofensivo e a bola sobrou para Yago Pikachu, que com muita calma finalizou e fez o terceiro gol do gigante da colina. O Nova Iguaçu continuava a ameaçar a meta defendida por Martín em alguns contra-ataques, mas o jogo foi decidido para o cruzmaltino aos 90 minutos. Wagner cobrou ótima falta e Andrey, muito bem posicionado no segundo poste, cabeceou com estilo fechando o placar, 4 a 2 para o Vasco na última partida de Eurico Miranda no poder.