Mercedes de Hamilton faz a pole no GP da China
Parecia certo de que Fernando Alonso ou Felipe Massa largariam na frente em Xangai. Porém, dominando todo o treino classificatório, foi Lewis Hamilton quem garantiu a pole position no GP da China, a primeira pela Mercedes. Após três corridas na nova escuderia, Hamilton prova que o país é um lugar especial para sua equipe: foi lá, no ano passado, que a Mercedes conquistou sua primeira vitória após a volta.
 
O treino começou com a própria Mercedes dominando o Q1. Hamilton e Rosberg lideraram, enquanto a Ferrari de Massa ficou logo atrás. Uma das grandes surpresas do Q2 foi o abandono de Webber, sem combustível. A grande surpresa foi o Daniel Ricciardo, da Toro Rosso, que garantiu sua vaga no Q3. Ao saber da façanha do piloto australiano, o inglês Jenson Button se mostrou surpreso no rádio: "uau", em alto e bom tom.
 
O Q3 começou com estratégia perigosa do tricampeão Sebástian Vettel. Ciente de que sua Red Bull estava sem ritmo para lutar pela pole, Vettel optou por pneus médios, enquanto todos estavam fazendo suas voltas rápidas nos pneus macios. Assim, com os médios, Vettel conseguiu apenas uma nona posição - mas deve ser recompensado na corrida de amanhã, quando deve ter mais tempo na pista antes do primeiro pit stop (os pilotos precisam iniciar a corrida com os mesmos pneus que terminaram o treino).
 
Raikkonen, sempre perigoso, foi o primeiro a ir para a pista, mas logo foi superado por Hamilton. A partir daí, ninguém chegou perto do que o inglês. Alonso estava na terceira posição, e, ao chegar no box, ficou na torcida contra Massa: se o brasileiro tivesse tempo melhor, seria a primeira vez na carreira do espanhol que um companheiro de equipe o superaria em cinco treinos de classificação consecutivos. No fim, Massa errou no último setor, e largará em quinto.
 
Ao fim do treino, a FIA anunciou uma punição ao australiano Mark Webber. Sem combustível, por ter abandonado a prova com esse motivo logo no Q2, o australiano não teve como providenciar a amostra necessária para a inspeção técnica obrigatória após o treino. 
 
Grid de largada - GP da China
1- Lewis Hamilton (Mercedes)
2- Kimi Raikkonen (Lotus)
3- Fernando Alonso (Ferrari)
4- Nico Rosberg (Mercedes)
5- Felipe Massa  (Ferarri)
6- Romain Grosjean (Lotus)
7- Daniel Ricciardo (Toro Rosso)
8- Jenson Button (McLaren)
9- Sebastian Vettel (Red Bull)
10- Nico Hulkenberg (Sauber)
 
11- Paul di Resta (Force India)
12- Sergio Perez (McLaren)
13- Adrian Sutil (Force India)
14- Pastor Maldonado (Williams)
15- Jean-Eric Vergne (Toro Rosso)
 
16- Valtteri Bottas (Williams)
17- Esteban Gutierrez (Sauber)
18- Jules Bianchi (Marussia)
19- Max Chiton (Marussia)
20 - Charles Pic (Caterham)
21- Giedo van der Garde (Caterham)
 
22- Mark Webber (Red Bull)
VAVEL Logo