Montoya diz que Indy é melhor que F1 e afirma: "A Fórmula 1 sempre foi muito técnica"
Montoya criticou o som dos motores e o DRS (Foto: Divulgação/Penske)

Após criticar a decisão de Gene Haas de colocar uma equipe americana na Fórmula 1 nos próximos anos, o colombiano Juan Pablo Montoya aparece mais uma vez com criticas à categoria máxima, dizendo que não achou o GP da China empolgante o bastante.

Montoya, que tem passagens por Williams e McLaren de 2001 a 2006, explicou para a Auto Motor uns Sport que assistiu a corrida por cinco voltas e depois desligou a TV, focando no ponto que já vem sendo alvo de críticas na temporada, que é o pouco barulho que os atuais motores V6 turbo produzem, ainda adicionando que simplesmente a IndyCar é melhor que a Fórmula 1.

"Isso não tem a ver com as mudanças nas regras da Fórmula 1, é só que a Fórmula 1 sempre foi muito técnica. Como piloto você é muito dependente do carro. Você realmente acha que Alonso e Vettel esqueceram como pilotar um carro? É só má sorte de todo mundo que não está numa Mercedes, e isto não vai mudar muito este ano."

Outro alvo de crítica do colombiano da Penske, é o sistema de DRS dos carros atuais, dizendo que uma ultrapassagem favorecida por causa da abertura da asa traseira é como dar um editor de imagens para Picasso.

"Como piloto eu não gosto disso, porque faz a ultrapassagem ser muito fácil. Você só tem que ficar até um segundo do carro a frente, apertar o botão da asa e passar. Para o espectador é ótimo, pois o que você quer no esporte? Um bom espetáculo, e o DRS faz o espetáculo ficar melhor, sem dúvida.", finalizou.

LEIA MAIS: Kovalainen confirmado como novo piloto de testes da Mercedes

MAJ

VAVEL Logo