Ex-F1, Sébastien Bourdais faz duras críticas à categoria e elogia "competição pura" da Indy

Sébastien Bourdais mostrou que não sente muitas saudades de sua época na Fórmula 1. O piloto francês, que esteve na F1 entre 2008 e 2009 pela Toro Rosso, disse em entrevista nesta terça-feira (02) que teve uma terrível experiência na categoria. Bourdais foi companheiro do alemão Sebastian Vettel (atualmente na Ferrari) em 2008, e no ano seguinte, após meia temporada como companheiro do suíço Sébastien Buemi, foi demitido pelos resultados insatisfatórios.

Antes dessa passagem na Europa, o francês foi tetracampeão seguido da finada Champ Car entre 2004 e 2007, e depois voltou para os Estados Unidos, indo correr na IndyCar Series já unificada (a categoria se dividiu em duas em 1996: CART, que depois ainda virou Champ Car, e Indy Racing League, a famosa IRL, voltando a ser apenas uma em 2008), onde no último domingo (31/05), venceu a segunda corrida da rodada dupla em Detroit. Além de classificar seu momento na F1 como "terrível", ele fez vários elogios à Indy.

"É uma sensação muito boa (estar na Indy). Estou gostando de correr aqui de novo após uma experiência terrível na Fórmula 1. Não me senti querido ou que poderia trabalhar com a equipe por lá. Agora estou em uma equipe média competindo contra Penskes, Andrettis e Ganassis. Isso faz eu me sentir ótimo", disse Bourdais.

O francês foi duro ao dizer que a Fórmula 1 estragou todas as suas pistas, e ainda comparou a dificuldade da pista molhada que encarou no fim de semana de Detroit com o circuito mais difícil do calendário da F1, o GP de Mônaco. Coincidentemente, todo ano a corrida em Mônaco acontece no mesmo dia da prova mais importante da Indy, e uma das mais importantes do mundo, as 500 Milhas de Indianápolis. "É um desafio correr no concreto. Dirigir na chuva de Detroit é mais difícil do que em qualquer pista da Fórmula 1, incluindo as ruas de Mônaco. A F1 arruinou todas as suas pistas. Tiraram todo o caráter delas. Transformaram tudo na mesma coisa, e isso me dói. Mônaco é agora um estacionamento com algumas curvas", acrescentou.

Por fim, Bourdais elogiou o fato de a Indy ser uma "competição pura", enquanto na F1, segundo ele, outros fatores acabam tendo uma importância maior que a pilotagem.

"Muita coisa na Fórmula 1 é feita por razões erradas. Só pelo dinheiro e o status - não sobre as corridas. Na IndyCar, ninguém pensa em dinheiro, é apenas bom. Competição pura", complementou o francês.

As duas categorias estarão na América do Norte neste fim de semana. A Indy terá sua nona corrida de 2015 no sábado (06), no oval americano do Texas, enquanto a F1 estará no país vizinho, o Canadá, para a sétima etapa do campeonato, em Montréal, no domingo (07).

VAVEL Logo