Alívio de Forlán: “Conquistamos os 3 pontos e estamos a um passo da classificação”

O artilheiro voltou, e voltou para manter vivo o sonho uruguaio de fazer grande campanha na Copa das Confederações. Com grande atuação em seu centésimo jogo pela Celeste, Diego Forlán tirou das costas um peso de 872 minutos sem marcar pela seleção uruguaia. O último gol d’el Cachavacha havia sido há pouco mais de um ano, em 2 de junho de 2012, contra a Venezuela, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, em Montevidéu.

O 34º gol de Forlán foi um golaço extremamente decisivo, que garantiu a vitória uruguaia contra a Nigéria. E após o jogo o atacante do Internacional falou sobre a emoção de chegar aos 100 jogos pelo selecionado e, claro, sobre o gol: “Estou feliz. Chegar a 100 jogos com a seleção é um orgulho, ainda mais sendo em um torneio deste tipo. Conquistamos os 3 pontos e estamos a um passo da classificação. Soubemos aproveitar as poucas situações de gol que criamos para derrotar um adversário direto. Agora é descansar, esperar por quem poderá estar em campo e ganhar do Taiti”.

Frases da zona mista

Luis Suárez: “Nestes jogos não apresentamos um grande futebol, mas sabíamos que o mais importante era a vitória. Tínhamos que estar compactados e bem posicionados para contragolpear”. O atacante do Liverpool ainda falou sobre o próximo adversário: “O Taiti é o adversário mais fraco, mas não podemos desmerecê-los, porque se estão aqui é porque mostraram algo”.

Álvaro González falou sobre a grande ajuda que os atacantes Suárez e Cavani deram no setor defensivo: “O sacrifício foi importante, em determinado momento precisamos pedir para os atacantes voltarem para nos ajudar na marcação. Fizemos um enorme sacrifício, e por sorte seguramos o resultado”.

Cristian Rodríguez ressaltou que “hoje tivemos que correr muito, porque eles eram fortes e precisamos dar algo a mais. Hoje deixamos as individualidades de lado, e jogamos pela equipe”. Cebolla também comentou sobre o Taiti, e mesmo com as facilidades que o Uruguai poderá enfrentar no próximo jogo disse que “como bons uruguaios, temos que jogar com humildade”.

VAVEL Logo