Substituto de Di María desde a semifinal, Enzo Pérez afirma que Argentina merecia ser campeã

Presença inesperada na lista de convocados na lista da Argentina para a Copa do Mundo, o meio-campista Enzo Pérez era peça certa no banco de reservas durante todo o campeonato. A lesão de Di María, no entanto, fez com que o atleta assumisse a titularidade nos dois últimos duelos.

Na semifinal, diante da Holanda, a atuação chegou a surpreender por ir além das expectativas, enquanto na final, contra a Alemanha, o rendimento caiu e o meia ficou apagado durante todo o confronto. Apesar de ter sido pouco participativo, assegurou que o grupo merecia o título pelo esforço dentro de campo e lamenta a perda.

"Fica a raiva, tristeza, então agora temos que tentar chegar à frente, para estar com a família e os entes queridos de cada um. Vamos precisar depois desse golpe. Este grupo merecia a Copa. Por tudo o que havia trabalhado", afirmou Enzo.

Em relação à decisão, na qual os germânicos se sagraram tetracampeões mundiais e a Albiceleste seguiu bicampeã, sem conquistar um título na equipe profissional desde 1993, ao ser campeã da Copa América daquele ano, o jogador reconheceu que as chances perdidas pelos seus companheiros foram fundamentais para a perda do Mundial ainda no tempo normal.

"Explicar a partida neste momento, ainda quente e freqüência cardíaca elevada, é difícil. Eu penso que se o lance de Higuaín, no primeiro tempo, entrasse vez, a história teria sido diferente. Sobre as que puderam entrar e não entraram já não podia se fazer mais nada. Temos de levantar a cabeça", disse o meia.

VAVEL Logo