Morre Johan Cruyff, o homem que revolucionou o futebol moderno
Foto: Divulgação/ Worldofjohancruyff.com

Morre Johan Cruyff, o homem que revolucionou o futebol moderno

Maior jogador da história do futebol holandês e uma das grandes lendas do futebol mundial, perdeu a batalha contra o câncer e faleceu nesta manhã.

ronaldo1995
Ronaldo Bento

Nessa quinta (24) o futebol mundial está de luto pela morte de uma de suas maiores lendas, Johan Cruyff de 68 anos que estava lutando contra um câncer no pulmão. Informação que se tornou pública em 22 de outubro de 2015. 

O jogador que sempre se mostrou tranquilo quanto ao enfrentamento da doença, que foi ocasionada pelo uso compulsivo do cigarro ao longo de muitos anos de sua vida. A página oficial do jogador se pronunciou sobre seus últimos momentos.

"Johan Cruyff morreu pacificamente em Barcelona, cercado por sua família, após uma dura batalha contra um câncer. É com grande tristeza que pedimos para que se repseite a privacidade da família durante o momento de dor", diz nota no site oficial da lenda.

O jogador que teve passagens marcantes como jogador pelo Ajax onde conquistou oito títulos holandeses, cinco copas da Holanda, além de três títulos da antiga Copa da Europa (atual Uefa Champions League) entre 1971-1973.

Depois jogou no Barcelona por cinco temporadas onde venceu um título Espanhol e uma Copa do Rei, pela seleção holandesa somou 48 partidas entre os anos de 1966-1977 e marcou 33 tentos. Foi o grande expoente da geração que iniciou o futebol total e que foi vice-campeã mundial em 1974 e em 1978, porém só participou do primeiro torneio, já que tinha se aposentado do selecionado um ano antes do mundial na Argentina.Também conquistou três bolas de ouro em 1971, 1973 e 1974, jogando primeiro pelo Ajax e depois pelo Barcelona. Ainda teve passagens pelos EUA onde jogou por Los Angeles Aztecs e Washington Diplomatics, mais a frente jogou no Levante retornou ao Ajax antes de encerrar a carreira no maior rival do time de Amsterdã, o Feyenord em 1984.

Como treinador teve passagens por Ajax (1986-1988) onde comandou a equipe por 104 partidas e conseguiu o título da recopa europeia de 1987, ajudou a revelar Denis Bergkamp um jovem jogador à época. Porém não teve o sucesso local como jogador.

Já no Barcelona (1988-1996) ele comandou o Dream Team que foi campeão europeu pela primeira vez em 1992, além de conquistar quatro vezes o campeonato Espanhol e uma Copa do Rei, além de ser o treinador que mais tempo ficou no clube em todos os tempos. Por fim passou pelo comando da seleção da Catalunha entre 2009 e 2013.

VAVEL Logo

Futebol Internacional Notícias

há 20 horas
há 2 dias
há 2 dias
há 3 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 7 dias