Boca Júniors enfrenta Cerro Porteño buscando esquecer sua última eliminação na Libertadores

Boca Júniors e Cerro Porteño, irão duelar nesta quinta-feira (28), no jogo de ida válido pelas oitavas de finais da Copa Libertadores da América 2016. A bola rola para o confronto a partir das 21h45 (Brasília) no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, Paraguai.
 
Apesar de altos investimentos feitos no início do ano, os paraguaios enfrentam uma temporada irregular. A equipe, ficou em segundo lugar no Grupo 8 (o mesmo do Corinthians), e amarga a sexta colocação no Campeonato Nacional, nove a menos que o líder Sol de América, e oito a menos que o vice Olímpia. Com isso o maior foco é o Torneio Continental
 
Os argentinos passam por situação similar. Líder do Grupo 3, no Campeonato Argentino amarga a quinta colocação, sem ambições para títulos, com 13 pontos que o diferem do líder do Grupo B, Lanús. Os Xeneize ainda tem mais uma preocupação. A lesão de Fernando Gago, que rompeu o tendão de Aquiles no clássico diante o River, no último domingo (24) traz preocupações para o técnico Schellotto.

Cerro deposita sua confiança em sensação do Campeonato Paraguaio

Além de ter um confronto dentro de casa, a Libertadores é a grande ambição dos comandados de Morínigo, que tentaram contratar em cima da hora, o grande artilheiro do Campeonato Paraguaio, Brian Montenegro. O jogador de 22 anos de idade que no último fim de semana marcou três gols diante o Academia Guarani, pode ser a arma surpresa.

Além de ter a confiança do técnico do Cerro que foi seu treinador em 2014, o atleta tem números que podem agradar os torcedores em Assunção. Com 15 gols, em 17 jogos na atual temporada defendendo o Nacional. Porém o clube não conseguiu obter um acordo de última hora e deverá seguir no ataque com Guillermo Beltrán.

Apesar de favorito, Boca tem três modificações em relação ao último jogo no Campeonato Argentino

Os visitantes veem como obrigação a classificação para as quartas de finais, visto em conta que no ano passado foram eliminados pela Conmebol quando jogavam diante o River, após torcedores do Boca jogarem spray de pimenta da torcida adversária. Desta a forma a pressão aumenta, mesmo que o principal craque do time, Carlitos Tevez seja sobrecarregado no ataque.

O comandante Guillermo Schelloto um grande problema para solucionar, Fernando Gago, uma das principais espinhas dorsais da equipe se lesionou, novamente no tendão de Aquiles. E parece que as notícias péssimas aumentaram para os Hermanos, Fito Rinaudo ou Maxi Rodriguez eram os cotados para substituir Gago, porém a operação de substituí-lo em cima da hora não deu certo, e quem irá substitui-lo será Meli.

Outro que não foi relacionado para a partida foi Pablo Perez, muito por conta de ter sido expulso no último domingo. Talvez a grande notícia para os Xeineze, seja a volta de Daniel Diaz, recuperado da panturrilha direita que o manteve ausente dos gramados desde o dia 13 de abril, em um duelo diante o Racing pelo Campeonato Argentino.

VAVEL Logo