Na altitude de La Paz, Atlético Tucumán vence de maneira heróica

Na altitude de La Paz, Atlético Tucumán vence de maneira heróica

Com gol sofrido de Toledo no segundo tempo, Decano vence The Strongest por 2 a 1 conquistando seus primeiros pontos na Libertadores; Batalla tem grande atuação e conta com ajuda da trave

leonardodomingues
Leonardo Domingues
The StrongestPeñarrieta; Ballivian (Novoa, min. 77), Valverde, Marteli, Bejarano; Campos (Vaca, min. 64), Castro (Vargas, min. 82), Wayar, Cardozo; Escobar e Ibargüen. Técnico: César Farías.
Atlético TucumánBatalla; Romat, García, Lamas, Risso Patrón; Leyes (Álvarez, min. 56); Melo (Grahl, min. 76), Acosta, Aliendro, Núñez; Rodríguez (Toledo, min. 66). Técnico: Ricardo Zielinski.
Placar0-1, min. 12, Romat. 1-1, min. 38, Ibargüen. 1-2, min. 75, Toledo.
ÁRBITROJulio Bascuñán (CHI). Amarelou Batalla (min. 38), Lamas (min. 71) e Acosta (min. 79).
INCIDENCIASPartida entre The Strongest e Atlético Tucumán, disputada no Hernando Siles, em La Paz, Bolívia, válida pela Copa Libertadores de 2018.

Nesta quarta-feira (18), o Atlético Tucumán nos surpreendeu novamente. O time que no ano passado eliminou o El Nacional após quase tomar W.O - com direito a ônibus que transportava a equipe andando pelas ruas de Quito à 130 quilômetros por hora, além do fato de seus jogadores terem usado uniformes e chuteiras da Argentina Sub-20 -, desta vez venceu o The Strongest na altitude de La Paz. Em partida válida pela 3ª rodada do Grupo C da Copa Libertadores 2018, os argentinos venceram por 2 a 1 no Hernando Siles.

A vitória é histórica e as estatísticas deixam isso claro. Desde 1970 uma equipe argentina não vencia em La Paz: foi no triunfo do River por 2 a 0 contra o Universitario, em 01/03. Após perderem dois jogos, os tucumanos adquirem moral e sonham com a possibilidade de avançar às oitavas de final.

O Atlético sabia que a missão não era fácil: tinha que pontuar de qualquer jeito e o esperavam The Strongest e os 3.600 metros de altitude, que alteram qualquer plano.

Entretanto, os comandados de Ricardo Zielinski trataram de mostrar que não estavam de brincadeira aos 11 minutos, com chute sensacional de Nicolás Romat. O lateral-direito cruzou a metade do campo e como estava livre de marcação, resolveu arriscar. Sua finalização percorreu 40 metros e entrou no ângulo superior direito do goleiro José Peñarrieta.

A partir daí, como não poderia ser diferente, a equipe argentina limitou-se a marcar com todos seus jogadores na defesa, apostando nos contragolpes. Teve chance de ampliar com um petardo de Alejandro Melo e com finalização de Luís Miguel ‘Pulga’ Rodríguez, que foi bloqueada pela defesa. 

Mas o The Strongest pressionou tanto que acabou alcançando seu merecido prêmio. Aos 38 minutos, após escanteio cobrado pela direita, o zagueiro Fernando Marteli apareceu no segundo pau, escorando para o meio da área e Edis Ibargüen apareceu para empurrar pro fundo das redes: 1 a 1.

No segundo tempo, o Atlético Tucumán sentiu o desgaste físico e não conseguia nem trocar mais de três passes seguidos no campo do adversário. Os bolivianos comandavam, e o goleiro Augusto Batalla começava a ser o grande nome do jogo, principalmente após cabeçada de Marvin Bejarano na pequena área.

Na sequência, foi a trave quem salvou em duas oportunidades os tucumanos: primeiro, em cobrança de falta colocada de Fernando Marteli; depois, em cabeçada de Ibargüen.

Mas o futebol nunca teve, não tem e jamais terá lógica. E o Atlético Tucumán aproveitou um bizarro erro defensivo do The Strongest para marcar novamente. Após linda defesa, Batalla lançou para o ataque e a bola parecia não levar perigo algum aos bolivianos, mas o zagueiro Juan Gabriel Valverde cabeceou errado e acabou servindo Fabio Álvarez, cara a cara com o arqueiro. O meia que acabara de entrar, encobriu o goleiro, mas viu a bola tocar no travessão de maneira caprichosa. No rebote, Javier Toledo se abaixou e a empurrou para as redes, para fazer o Tucumán seguir sonhando.

Agora, o grupo C tem o Libertad na liderança com nove pontos. Na sequência, três times empatados com três pontos: Peñarol, Atlético Tucumán e The Strongest

Na próxima rodada, o Decano volta a enfrentar o The Strongest, mas desta vez na Argentina. O jogo será realizado às 19h15 (horário de Brasília) da próxima quarta-feira (25).

VAVEL Logo

    Argentina Notícias

    há 3 meses
    há 3 meses
    há 4 meses
    há 4 meses
    há 4 meses
    há 4 meses
    há 4 meses
    há 4 meses
    há 4 meses
    há 4 meses
    há 4 meses