United vence Manchester Derby e acaba com sequência de vitórias do City
Divulgação/Manchester United

A vitória veio com sabor bem especial. Na tarde deste domingo (7), em jogo válido pela 27ª rodada da Premier League, aconteceu mais um Derby de Manchester para entrar pra história. O Manchester City, que estava há 28 jogos sem perder e com 21 vitórias seguidas, veio para o derby muito mais animado que o Manchester United, que empatou nas três últimas rodadas da Premier League.   

Apesar do City dominar grande parte das ações do jogo e criar mais chances de vencer, quem saiu vitorioso do Etihad Stadium foram os Red Devils, que fizeram 2 a 0 com gols de Bruno Fernandes e Luke Shaw. 

Distribuição tática

Pep Guardiola trouxe um City em um 4-3-3. Com Ederson no gol, Rúben Diaz e Stones formaram a zaga enquanto Cancelo e Zinchenko nas laterais. No meio campo, De Bruyne e Gündogan ficavam nos lados do campo, apoiando na defesa, enquanto Rodri aparecia mais centralizado. O trio de ataque foi formado por Gabriel Jesus, Sterling e Mahrez. 

Ole Gunnar Solskjaer levou um United para o derby escalado em  um 4-2-3-1 . Com Henderson no gol, a defesa foi formada por Lindelöf e Maguire na zaga e Wan-Bissaka e Luke Shaw nas laterais. Na volância, Fred e McTominay ajudavam na parte defensiva enquanto Bruno Fernandes, Rashford e Daniel James trabalhavam no setor criativo do meio-campo. Lá na frente, Anthony Martial aparecia como centro-avante. 

Manchester City esbarra na eficiência do United e perde invencibilidade de 21 jogos

Derby é derby. Mesmo sendo entre líder e vice-líder, a distância e a fase dos dois times era completamente diferentes antes do jogo.  Enquanto os donos da casa vinham de uma sequência impressionante de 21 vitórias seguidas, os visitantes vinham de três empates seguidos. A temporada do lado vermelho de Manchester é bem mais irregular e a distância para o líder e rival parecia aumentar a cada rodada.

Os primeiros segundos de jogo já mostravam que o jogo prometia. No primeiro ataque do United, Martial foi derrubado dentro da área por Gabriel Jesus e o juiz marcou pênalti. Bruno Fernandes não desperdiçou a chance e abriu o placar. Por conta do gol rápido, o United fez pressão nos primeiros minutos e Luke Shaw quase faz o 2 a 0 aos três minutos, mas Ederson ficou com a bola. Um pouco mais tarde, aos 15', Rashford também teve a chance de ampliar o placar, mas o goleiro brasileiro defendeu mais uma.

A primeira grande chance dos donos da casa saiu aos 22 minutos, com a jogada de Sterling dentro da área onde o inglês acaba caindo, mas o juiz não marca nada. Logo depois, Zinchenko manda uma bomba de fora da área, mas Henderson fez uma grande defesa. O goleiro também apareceu bem aos 37' com a jogada de Gündogan. Já aos 45' Gabriel Jesus teve a chance de se redimir mas, por pouco, não alcançou a bola. 

Os números do primeiro tempo mostram que o Manchester City tinha tudo para transformar seu domínio na partida em gols, mas o United era bem melhor com menos esforço. Enquanto o time de Guardiola acertava quatro de 13 chutes no gol de Henderson, os Red Devils acertaram três de quatro finalizações no gol de Ederson. 

O segundo tempo também começou pegando fogo. Logo no primeiro minuto de jogo, Rodri bateu colocado e a bola explodiu na trave. Porém, aos quatro minutos, o contra-ataque do United foi fatal e Luke Shaw ampliou o placar para os visitantes. 

Se falarmos que o City não tentou diminuir e até vencer o jogo, estaríamos mentindo. Sterling tentou aos seis, Phil Foden chutou a bola pra fora aos 29', Sterling furou aos 33', Stones não alcançou a bola aos 41'. Chances não faltaram. Do lado do United, as duas melhores chances saíram dos pés de Martial: aos 12', o francês não consegue alcançar a bola de cabeça e aos 22', ele  caprichou na batida mirando no canto esquerdo de Ederson, mas o goleiro conseguiu uma belíssima defesa. 

Os números do segundo tempo mostram que pouca coisa mudou para a segunda etapa. Enquanto o time de Guardiola permanecia com 65% de posse de bola, acertou apenas dois de dez chutes no gol de Henderson. Já o time de Solskjaer acertou três de quatro chutes no gol de Ederson. 

Classificação e próximos jogos

A classificação não muda, mas dá um pouco mais de esperança para os adversários. O City continua na liderança com 65 pontos, mas a diferença de pontos para o vice-líder cai de 14 para 11. O United também retoma a vice-liderança ultrapassando o Leicester

A próxima rodada da Premier League começa no fim de semana, com o City visitando o Fulham no sábado (13) e o United recebendo o West Ham no Old Trafford no domingo. Porém, antes disso, os dois times entram em campo no meio de semana.

Em jogo adiantado da 33ª rodada da Premier League, o Manchester City recebe o Southampton no Etihad Stadium na quarta-feira (10). Já na quinta (11), o United tem o primeiro jogo das oitavas de final na Uefa Europa League contra o Milan em Old Trafford. 

VAVEL Logo