Com emoção: Ronaldo marca dois, e Portugal estreia com vitória sobre Hungria pela Eurocopa
Foto: Divulgação / Seleção Portuguesa de Futebol

Você quer emoção? Meus amigos, que jogo foi esse! Na tarde desta terça-feira (15), em jogo válido pela primeira rodada do grupo F da EurocopaPortugal estreou contra a Hungria na Púskás Arena

Portugal dominou completamente o jogo inteiro, mas teve bastante dificuldades para furar o sistema defensivo húngaro. Apesar das adversidades, Portugal conseguiu a vitória nos últimos minutos com gols de Raphaël Guerreiro e dois de Cristiano Ronaldo: 3 a 0.

Distribuição tática

Marco Rossi entrou com uma Hungria em um 3-5-2. Com Gulascí no gol, Szalai, Orbán e Botka completavam a defesa; No meio-campo, Fiola e Lovrencsics faziam as alas enquanto Schäfer, Nagy e  Kleinheisler apareciam mais centralizados .No ataque, a dupla era formada por Szlalai e Sallai.

Fernando Santos entrou com Portugal em um 4-3-3. Com Rui Patrício no gol, Pepe e Rúben Dias faziam a zaga enquanto Semedo e Guerreiro nas laterais. No meio-campo, Danilo Pereira, Bruno Fernandes e William Carvalho faziam a criação das jogadas para o trio de ataque: Diogo Jota, Bernardo Silva e Cristiano Ronaldo.

Gols no fim

Portugal e Hungria prometiam um bom jogo. O grupo F é considerado o grupo da morte justamente porque tem Portugal, França e Alemanha. Apesar da boa fase da seleção húngara, o time não deixou de ser uma das zebras do grupo. 

O primeiro tempo mostrou que Portugal poderia até dominar a partida, mas a Hungria não deixaria os mais de 60 mil torcedores na mão. Apesar dos portugueses terem chances com Cristiano Ronaldo e Diogo Jota, o sistema defensivo húngaro funcionava muito bem, principalmente com o goleiro Gulácsi. 

Os números do primeiro tempo mostram que Portugal não queria o empate. Além dos 66% de posse de bola, acertou duas das cinco finalizações no gol de Gulácsi. Já do outro lado, o contra-ataque da Hungria não funcionou tão bem quanto a defesa, mas acertaram o único chute no gol de Rui Patrício

O segundo tempo trouxe o mesmo enredo: Portugal tentando e a Hungria tentando encaixar o contra-ataque. Os portugueses acertaram cinco dos seis chutes no gol de Gulascí, que conseguiu fazer duas ótimas defesas. Do outro lado, a Hungria apareceu mais no ataque, acertando duas das suas quatro chances.

Quem abriu o placar foi a Hungria, aos 34 do segundo tempo. Schön foi lançado em contra-ataque pela direita, entrou na área e chuta no canto esquerdo de Rui Patrício. Porém, o juiz já marcava o impedimento. Enquanto isso, finalmente o placar abria. Só que do outro lado. 

Aos 38, Rafa Silva cruzou da direita e Raphaël Guerreiro chutou de primeira. A bola desviou em Orbán e entra no cantinho direito do gol de Gulácsi. Já aos 40, Rafa Silva foi puxado por Orbán e o juiz marcou pênalti. Na batida, Cristiano Ronaldo não deixou barato e deixou o placar em 2 a 0. Pra finalizar,  o camisa 7 recebeu na área, tabelou com Rafa Silva, driblou o goleiro Gulácsi e chutou de pé esquerdo.

Apesar de não fazer seu melhor jogo de todos os tempos, a vitória contra a Hungria é fundamental para a campanha na Euro. As substituições de Fernando Santos, principalmente com a entrada de Rafa Silva, mudou o destino do jogo. 

Próximos jogos

A segunda rodada do grupo F acontece no sábado (19), com a Hungria recebendo a França às 10h na Púskás Arena, e Portugal enfrentando a Alemanha em Munique às 13h.

VAVEL Logo