Por vaga no Mundial, Argentina e Peru fazem confronto direto na Bombonera

Com os mesmos 24 pontos na tabela, a partida será decisiva para definir o futuro das duas seleções no Mundial

Por vaga no Mundial, Argentina e Peru fazem confronto direto na Bombonera
Foto: Luka Gonzales|AFP|Getty Images
Argentina
Peru
Argentina: Sergio Romero, Nicolás Otamendi, Federico Fazio e Gabriel Mercado; Enzo Pérez, Lucas Biglia, Ever Banega, Lionel Messi e Angel Di María; Emiliano Rigoni e Mauro Icardi
Peru: Carlos Cáceda, Aldo Corzo, Miguel Araujo, Alberto Rodríguez e Miguel Trauco; Andy Polo, Renato Tapia, Yoshimar Yotún e Édison Flores; Sergio Peña e Paolo Guerrero
ÁRBITRO: Wilton Sampaio (Bra) e seus auxiliares Kleber Lúcio Gil (Bra) e Bruno Boschilia (Bra)
INCIDENCIAS: JOGO A SER DISPUTADO ÀS 20h30 HORAS DESTA QUINTA-FEIRA (05), NO ESTÁDIO LA BOMBONERA, EM BUENOS AIRES, NA ARGENTINA EM PARTIDA VÁLIDA PELAS ELIMINATÓRIAS SUL-AMERICANA PARA COPA DO MUNDO DE 2018

Na noite desta quinta-feira (05), Argentina e Peru se enfrentam às 20h30 em La Bombonera, Buenos Aires, em jogo decisivo equivalente à penúltima rodada das Eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo de 2018. A equipe da casa deverá suar a camisa para conquistar a classificação. A seleção de Sampaoli vem de um empate da última partida diante da Venezuela. Já os visitantes, que podem garantir vaga direta, vem de uma vitória diante do Equador.

A seleção argentina atualmente ocupa a quinta posição do grupo com 24 pontos, mas não vence na competição há três partidas. O Peru tem a mesma soma de pontos, mas ocupa a quarta colocação por conta do saldo de gols. A equipe de Ricardo Gareca vem de três vitórias seguidas.

Caso conquiste a vitória, a Argentina poderá ocupar a zona de classificação, indo para a última rodada na quarta colocação. Se a vitória for para os visitantes, a equipe peruana já pode se garantir matematicamente na Copa 2018 caso Equador e Colômbia também vençam na rodada.

Apesar da delicada situação, Jorge Sampaoli se mantém otimista em relação a classificação

A Argentina está numa situação delicada por ainda não ter pés firmes na classificação para o Mundial, mas isso não desanima sua equipe, ou mesmo seu treinador. Isso foi o que demonstrou Jorge Sampaoli após o último treinamento da equipe antes da partida na Bombonera. "Estou convencido de que vamos pro Mundial.  Para mim, é uma partida relevante em minha carreira e na vida pessoal. Todos cremos que a partida é importante, a conotação dela a faz ainda mais importante, mas estou muito esperançoso."

Foto: Anadolu Agency|Getty Images
Foto: Anadolu Agency|Getty Images

Em relação a equipe que irá para a partida, o treinador não confirmou, mas não deixou de depositar sua confiança nos jogadores. "Temos que transformar a grandeza individual dessa equipe em um time de futebol. Este grupo faz um grande esforço, vão fazer de tudo para ir ao Mundial. Imagino a Argentina buscando a partida com muita fúria. Amanhã vamos com tudo. Meu estilo é atacar o tempo todo e jogar no campo rival.", disse o técnico.

Ainda em relação ao time que deve jogar a partida, Mauro Icardi, Fernando Gago e Pipa Benedetto são as dúvidas do treinador. Sampaoli porém, não deixou de elogiar Benedetto, mas não descartou os demais jogadores. "Nas atividades vimos que Pipa pode ser o camisa 9 da seleção. Icardo chegou machucado, Gago não veio 100%, mas todos tem a mesma possibilidade de jogar.", finalizou.

Ricardo Gareca mantém cautela apesar da vantagem

Mesmo estando à frente da seleção argentina na tabela, o técnico Ricardo Gareca da seleção peruana elogiou sua equipe, mas fez questão de manter cautela em relação a partida. "Nosso momento é o ideal para enfrentar qualquer seleção em qualquer lugar. Estamos preparados para o que vier. Estamos vivendo nosso melhor momento futebolístico e em termos de ânimo, mas isso não garante nosso triunfo. Iremos enfrentar  uma das melhores seleções do mundo, capaz de ganhar de qualquer um.", disse o treinador.

Foto: Ernesto Benavides|AFP|Getty Images
Foto: Ernesto Benavides|AFP|Getty Images

Pressionado pela vitória, Gareca afirmou que já faz um tempo que encara a vitória como única possibilidade para se classificar. "Estamos acostumados com esse tipo de circunstância. Nos colocamos na quarta colocação a base de esforço, sacrifício, mas também de futebol. Dentro de nós estava o convencimento de que não havia nada perdido e que chegar a esta posição só dependia de nós."

Encarando a seleção de seu país, o técnico não deixou de realçar as qualidades da equipe de Sampaoli. "É um privilégio para nós podemos estar em um palco como o que estaremos, em uma situação como essa, e com a Argentina com seus melhores jogadores. Além da importância da partida, iremos aproveitar o momento de competir com os melhores do mundo.", finalizou.