Com desfalques, Internacional e Chapecoense se enfrentam em Caxias do Sul
Eduardo Sasha volta a ganhar chance no time titular do Internacional, que sofre com os desfalques (Foto: Eduardo Deconto/Globoesporte.com)

Buscando se reabilitar da derrota sofrida na última rodada, o Internacional recebe a Chapecoense nesta quarta-feira (28), às 21h, no estádio Centenário, em Caxias do sul, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O colorado ocupa apenas a oitava colocação, enquanto a Chapecoense está na zona de rebaixamento, no décimo oitavo lugar.

Após 19 jogos de invencibilidade, o Internacional conheceu sua primeira derrota no Campeonato Brasileiro no último domingo (25), de virada para o Cruzeiro por 3 a 1. O resultado negativo obviamente não agradou a torcida colorada e nem o treinador Abel Braga, mas a preocupação pelos lados do Beira-rio são os empates: foram três nas sete primeiras rodadas, contra Botafogo, Criciúma e Coritiba.

Ao contrário do que indica na tabela de classificação, a Chapecoense vive seu melhor no Campeonato Brasileiro, após conquistar a sua primeira vitória na competição, contra o Palmeiras no último domingo (25). O verdão do Oeste busca, agora, sua primeira vitória fora de casa, para deixar a incômoda décima oitava colocação.

Com sete desfalques, Abel tem problemas para montar o time titular

Uma semana após sofrer com sete desfalques para o confronto contra o Coritiba, que terminou com o empate em 1 a 1, o técnico Abel Braga volta a ter o mesmo número de desfalques para o confronto contra a Chapecoense. 

O colorado, que já não poderá contar com Gilberto, que serve à Seleção Brasileira Sub-21, e o meia Aránguiz, que se prepara para a Copa do Mundo com a Seleção Chilena, tem agora mais cinco desfalques por lesão. Paulão, Alex, Alan Patrick, Rafael Moura e Otávio estão no departamento médico do clube. O meia-atacante Otávio, mais recente baixa no time de Abel Braga, passou por cirurgia na mão esquerda, e voltará aos gramados apenas após a parada para a Copa do Mundo.

"Estamos sofrendo. O coletivo sente quando perde cinco, seis, sete jogadores. Perdemos o Aránguiz, os dois do lado direito da defesa, o Alex, Patrick e Moura", declarou Abel Braga.

A preocupação com os desfalques também afeta os jogadores, o lateral Fabrício admitiu que a equipe perde com a saída de jogadores do time titular, mas garantiu que todos no elenco se dedicarão ao máximo para suprir a ausência de seus companheiros.

"Quando saem três, quatro jogadores é diferente. Quando é só um não muda muita coisa. Quem entra tenta fazer a mesma coisa, mas não tem a mesma característica. Mas quando chega nas quatro linhas, você precisa fazer o seu melhor", disse o jogador.

Chapecoense busca manter os pés no chão após primeira vitória

Depois de seis rodadas sem vitória, a Chapecoense conquistou o primeiro triunfo no último domingo (25), contra o Palmeiras, na arena Condá, em Chapecó. Agora, o objetivo da equipe é manter os pés no chão, para buscar sair da zona de rebaixamento.

"Sabemos da qualidade que nós temos. Infelizmente a gente vinha jogando bem, mas o resultado positivo não vinha acontecendo. Mas agora que o resultado positivo veio, é continuar trabalhando, ter pés no chão. Não ganhamos nada ainda, é ter pés no chão e confiança para o próximo jogo", declarou o atacante Roni.

O atleta destacou ainda a qualidade do adversário, mas aposta na confiança adquirida pela equipe catarinense após a vitória contra o Palmeiras.

"É um jogo duro. Jogar contra o Internacional fora de casa sempre é duro. É um time grande, time técnico que tem pegada boa também, mas ganhamos confiança, estamos com confiança agora e vamos pra lá com o mesmo objetivo, com a mesma intensidade que jogamos contra o Palmeiras para tentar buscar o resultado positivo", completou o atacante.

Para o confronto contra o Internacional, o técnico interino Celso Rodrigues não poderá contar com seis atletas, todos contundidos. Rodrigo Graal, Fabinho Gaúcho, Camilo, Thiago Saletti, Leandro e Ricardo Conceição fazem tratamento no departamento médico do clube, mas dificilmente voltarão à campo antes da parada para a Copa do Mundo.

VAVEL Logo