Com Paulinho e Fernandinho, reservas da Seleção Brasileira treinam na Granja Comary
Reservas fizeram treino tático na Granja Comary (Foto: Vipcomm)

O técnico Luiz Felipe Scolari parece não ter muito o que corrigir no time do Brasil para o jogo contra o Chile, no próximo sábado (28), válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Apesar do desempenho bastante irregular na primeira fase, os titulares farão apenas dois treinos nos gramados da Granja Comary antes de partirem para Belo Horizonte, onde tentarão a vaga para as quartas de final.

Nesta quarta (25), apenas os reservas foram a campo para um treino tático. Os titulares, após receberem a visita de algumas vítimas das enchentes que assolaram a região serrana do Rio de Janeiro em 2011, foram para a academia e também correram em volta do gramado. Alguns jogadores, como o craque Neymar, ainda brincaram com a bola, mas não participaram efetivamente do treinamento.

O treinamento dos reservas, por sua vez, também não foi dos mais intensos. Depois do aquecimento, Felipão dividiu os jogadores em duas equipes de cinco jogadores, que fizeram um coletivo em campo reduzido.

Depois da excelente atuação no segundo tempo da partida contra Camarões, na última segunda-feira (23), o volante Fernandinho passou a ameaçar a titularidade de Paulinho, que foi substituído no intervalo. A presença dos dois jogadores no treino é um indício de que a vaga está em aberto, embora, a princípio, não deva haver nenhuma alteração na equipe titular para a próxima partida. Segundo a comissão técnica, a presença de Paulinho, que atuou no treino como "coringa", jogando nos dois times, se justifica justamente pelo fato dele ter atuado apenas 45 minutos, contra Camarões.

A programação dos jogadores brasileiros na Granja Comary tem sido alvo de críticas por conta dos poucos treinamentos realizados pelos principais jogadores.  Estes, por sua vez, aprovam a programação, pois, como a maioria vem de uma desgastante temporada europeia, os treinamentos físicos e psicológicos são muitas vezes mais importantes que os trabalhos táticos.

Os trabalhos desta quarta-feira (25) tiveram um único momento de maior tensão, que foi quando o zagueiro Henrique chegou um pouco mais forte no lateral Maicon, que foi ao chão e, mesmo contando com a ajuda do companheiro para se levantar, se mostrou ligeiramente irritado. Quem também esteve na Granja foi o Presidente da CBF, José Maria Marin, que chegou de helicóptero e interrompeu o treino para conversar com os atletas.

VAVEL Logo