Pré-jogo: Goiás tenta superar fase conturbada e deixar zona de rebaixamento contra Cruzeiro
Arte: Júnior Melo/VAVEL Brasil

No início da noite deste domingo (25), o Goiás recebe o Cruzeiro no Serra Dourada em partida válida pela 32° rodada do Campeonato Brasileiro 2015. O jogo que acontece às 18h (horário de Brasília) vale muito para o time goiano que está em crise.

Há quatro jogos sem vencer, na zona de rebaixamento, e com quatro derrotas consecutivas, o Goiás precisa vencer. Já o Cruzeiro que ficou próximo da zona de rebaixamento em boa parte da competição, agora está a oito pontos da 17ª colocação e está tranquilo no campeonato.

Goiás estreia novo treinador na partida

No domingo será a estréia do treinador Danny Sérgio, no lugar de Artur Neto, que pediu demissão após a derrota para o Santos. O novo treinador está há 16 anos no Goiás como preparador físico, e há 12 compõe a comissão técnica do elenco profissional. O comandante contará com Wanderley Filho como auxiliar técnico.

Para a partida, o novo comandante contará com os retornos de Felipe Macedo na zaga e Bruno Henrique no ataque. Porém Valmir Lucas, Ygor e Felipe Menezes estão contundidos e fora da partida. Com lesão muscular na coxa direita, Felipe Menezes não poderá atuar, mesmo assim estará no banco de reservas. O jogador pediu para ser relacionado e dará apoio a equipe do gramado. 

"Conversei com a comissão técnica, que perguntou se eu me importava de concentrar com o grupo. Eu disse que não. Mesmo sem poder entrar em campo, estou disposto a ajudar da forma que for. É um momento difícil, e todos querem sair logo dessa situação. Cada um pode contribuir um pouco", disse o meia.

O novo comandante já teve uma conversa com o grupo e espera um maior comprometimento da equipe: "Tivemos uma conversa franca com eles. Olho no olho. Espero que eles se posicionem de uma forma melhor. Com muito mais dedicação", disse o ex-preparador físico do time.

Além disso, ele comentou sobre sua escolha pela direção do Goiás: "O presidente confia em mim justamente pela boa convivência que tenho com os jogadores e pelo tempo que venho trabalhando com eles. Isso me credencia a ser colocado nessa função", justificou o professor.

Cruzeiro acredita em vaga no G-4

A equipe mineira está a sete partidas invicto, o que leva a acreditar que pode chegar na zona de classificação para libertadores. Há oito pontos do G-4, o time de Mano Menezes terá vários desfalques para o jogo. Sem Alisson, Dedé, Judivan, Léo e Vinícius Araújo todos contundidos. Além de Allano e Manoel suspensos. Para o lugar do atacante e do zagueiro, o treinador já definiu Marcus Vinícius e Paulo André para seus lugares, respectivamente.

O jovem atacante acredita que pode conquistar a posição em definitivo com esta oportunidade: "Venho trabalhando todo dia forte, como sempre fiz. Se a oportunidade surgir, estarei preparado. Independente se 10 ou 90 minutos, quero jogar. Se for jogar, estarei confiante e farei o que sei. Estou pronto. Pelas duas funções, no meio ou pela beirada, faço bem. já fiz essa função no Náutico. Em qualquer lugar que ele me colocar, estarei preparado", falou Marcus Vinícius.

O treinador Mano Menezes acredita que o Goiás virá motivado para a partida com a troca de treinador.

“Não tenha dúvida, a gente imagina um Goiás diferente do que vimos nas últimas rodadas, com mais disposição. É natural que seja assim. Geralmente é alguém que está no clube, bem quisto pelos jogadores. O que tenho trabalhado com os atletas é que nossa dedicação seja na mesma proporção. Se vale muito para o Goiás o jogo, vale muito para o Cruzeiro. A nossa disposição tem que ser a mesma, independente do grau de dificuldade”, falou Mano.

VAVEL Logo