Pré-jogo: Em busca de um milagre internacional, Chapecoense enfrenta River Plate na Arena Condá
Chapecoense e River Plate decidem vaga na semifinal da Sul-Americana

Na noite desta quarta-feira (28), River Plate e Chapecoense decidem vaga nas semifinal da Copa Sul-Americana. O duelo de volta será na Arena Condá, às 22h. A Chape ainda respira, apesar de ter perdido na Argentina por 3 a 1. Pelo critério de saldo de gols, precisa fazer pelo menos 2 a 0 e tentar não levar gol, nada impossível para um time que costuma ter saldos positivos em casa e conta com o apoio de sua torcida fanática.

Vale destacar que o Verdão de Santa Catarina nunca chegou tão longe em uma competição internacional, e o River é o atual campeão da América. O nível das duas equipes é bastante diferente, só por isso já fizeram história.

Chapecoense treina com portões fechados antes do confronto

Como esperado, o técnico Guto Ferreira fechou o último dia de treino antes de enfrentar o River. Já se sabe que o lateral Apodi está fora – devido a pancada sofrida no joelho direito, na partida contra o Avaí. Mateus Caramelo ficará com a vaga. Outros que podem desfalcar o grupo são os meias Camilo e Maranhão, e o atacante Túlio de Melo.

Para reverter o resultado, a aposta da Chape é fechar os dois lados do campo, neutralizar os pontos fortes do adversário e o principal: entrar em campo com garra, acreditar. Após o treino desta terça-feira, o treinador Guto e o meia Camilo falaram como o time quer começar jogando.

“O primeiro passo é acreditar, não tem outra maneira. A gente precisa ter coragem. Acho que nossa equipe já foi corajosa lá (no Monumental de Núñez), da maneira como jogou. Encarou o River de igual para igual. Tem o respeito, mas nosso grupo não pode se limitar a marcar. Senão, pode haver "cobertor curto". A gente vai ter que correr riscos e com força suficiente para marcar os gols”, explicou o comandante.

“Temos que fazer um jogo muito concentrado. Vai ser um confronto de muita disputa, de muito contato. Como nosso campo é menor que o deles, imagino que vai ser um jogo bem truncado. A gente tem que neutralizar os pontos fortes deles”, disse o camisa 10.

Sendo assim, os catarinenses devem iniciar o confronto com: Danilo; Caramelo, Neto, Thiego e Dener; Gil, Cleber Santana, Nenén, Barbio e Ananias; Bruno Rangel.

Técnico Gallardo escala time com mudanças no meio campo

O River Plate escolheu se hospedar na tranquila cidade de São Carlos, que fica a aproximadamente 40 quilômetros de Chapecó. E, no último dia de treino, as atividades ocorreram na parte da noite, no Estádio Municipal. O treinador Marcelo Gallardo fez uma mudança em relação ao jogo anterior, Ponzio no lugar de Lucho González no meio campo.

"Leo é uma alternativa, nos dá capacidade de precionar. Precisamos de uma personalidade forte, sobre tudo, desde o início. Temos que aproveitar as oportunidades e ser eficaz", explicou Gallardo.

Com isso, os argentinos começam jogando com: Barovero; Mercado Maidana, Balanta, Casco;Sanchez, Kranevitter, Ponzio, Pisculichi; Mora e Driussi.

VAVEL Logo