Pré-jogo: Corinthians recebe Coritiba em jogo que pode garantir hexacampeonato
Foto: Divulgação/Corinthians

Com as duas mãos na taça e o hexa praticamente garantido. É assim que neste sábado (7), às 19h30 (de Brasília), o Corinthians encara o Coritiba pela 34ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Precisando vencer e contar com fracasso do vice-líder Atlético-MG, o time paulista tem a oportunidade de ouro de confirmar seu sexto título do certame nacional.

Disparado na liderança com 73 pontos, 11 a mais que o Galo, o Timão chega embalado para o confronto que pode assegurar sua nova conquista. No último domingo (1º), os alvinegros foram até Belo Horizonte duelar com o segundo colocado e, à época, postulantes a vencedor máximo. Com atuação convincente e boa distante de casa, a equipe corintiana demonstrou todo seu favoritismo, vencendo por 3 a 0.

O Coxa Branca, porém, vive situação oposta ao adversário e mais conturbada. Os paranaenses ocupam a 18ª posição na classificação, somando 34 pontos e precisando a todo custo de uma vitória, que podem deixá-los fora, provisoriamente, da zona de rebaixamento. No último sábado (31), os alviverdes tropeçaram diante do Figueirense dentro de seus domínios, em joo direto contra a degola, empatando em 1 a 1.

A arbitragem do embate será do paraense Dewson Fernando Freitas da Silva, atualmente membro do quadro da Fifa. Ele será auxiliado pelo mineiro Guilherme Dias Camilo, do escalão internacional, e o gaúcho José Javel Silveira, do estadual. Será a segunda apresentação do árbitro em jogos envolvendo o clube de São Paulo, enquanto é a terceira no de Curitiba.

Corinthians vai com força máxima para praticamente confirmar hexa

O Corinthians está pronto e sem mistério para a partida que pode selar o sexto título da Série A. Com força máxima à disposição, Tite optou por manter a base e, com antecedência, definiu a equipe que irá a campo contra o Coritiba. A única mudança em relação ao time que venceu o Atlético-MG será a volta de Elias, suspenso pelo terceiro amarelo.

Durante a semana de trabalhos, Renato Augusto, Jadson e Vágner Love foram poupados, mas não serão problema para o comandante. Quem chegou a ser dúvida foi o goleiro Cássio, com um mal estar, mas também está apto a atuar pelo Timão. Recuperados de lesão, os laterais Fagner e Uendel voltam a figurar na lista de relacionados, dando mais opções.

O zagueiro Gil é um dos que seguem entre os 11 e o principal nome do sistema defensivo. Campeão da Série C em 2008 com o Atlético-GO, o defensor corintiano reconhece que irá torcer contra o Atlético-MG, mas ressalta que o Timão precisa fazer antes sua parte e a vontade dos atletas é de conquistar o título antecipadamente.

"Esse jogo, até pela vantagem que construímos, vai me fazer estar na frente da televisão secando um pouquinho. Temos de fazer primeiro nossa parte no sábado (7). Domingo (8) vamos ver, mas vou estar ligado na televisão sim. Será o maior título da minha carreira. Venci a Série C pelo Atlético-GO, mas não tem como comparar vencer uma competição nacional com o Corinthians", garantiu.

Interino visa surpreender para seguir com chances de evitar queda

Para seguir vivo contra o descenso, o Coritiba tem uma missão nada indigesta: vencer e tentar impedir que o Corinthians seja campeão, antecipadamente, com o apoio fervoroso da torcida. Minimizando as dificuldades, o Coxa terá apenas um desfalque para o confronto, enquanto a estrutura permanece, mas sem contar com a presença de Ney Franco no banco de reservas.

No encerramento dos preparativos, o time alviverde passou boa parte do tempo trabalhando bolas paradas, lideradas pelo treinador interino e uma das principais armas do adversário do fim de semana, realizando um rachão em seguida. A única ausência será na zaga, uma vez que Walisson Maia está suspenso, com Rafael Marques ao lado de Juninho.

No meio-campo, além de Juan e Ruy na armação, Alan Santos e João Paulo formam a cabeça de área. No ataque, Henrique Almeida volta ao após não atuar diante do Figueirense, no último sábado (31), e fará companhia a Kléber Gladiador. Reconhecendo as dificuldades, o treinador cobra foco do grupo no duelo e espera que o plantel saia com o resultado positivo e com boa pontuação na bagagem, pedindo empenho aos que iniciarão jogando.

"Acho que é válido tudo que você puder usar para o jogo. Falar no futebol é normal, mas temos que estar focados no trabalho e as coisas de fora não podem atrapalhar. Temos que respirar o Corinthians e nossos jogadores vão estar muito focados, pois vamos passar as coisas para eles assimilarem. Precisamos conversar para melhorar esse lado psicológico", assegurou o comandante.

VAVEL Logo