Andrés Sanchez admite ajuda de ex-presidente Lula na construção da Arena Corinthians

Inaugurada em 2014 e atendida para a realização da abertura da Copa do Mundo, a Arena Corinthians segue dando enormes polêmicas na vida do corinthiano. Dessa vez, o assunto voltou graças à Andrés Sanchez, superintendente de futebol e ainda homem forte nos bastidores do clube.

Em entrevista ao canal Fox Sports, Andrés revelou a ajuda de Luis Inácio Lula da Silva. Segundo o dirigente, o ex-presidente abriu portas para a construção da arena corinthiana.

"Lula nos ajudou na questão de tempo. Várias coisas, que demorariam questões de semanas ou meses, com ele, foram em dias. Os problemas nos dutos da Petrobrás, sua opinião sobre a construção em Itaquera, até pelo desenvolvimento do lugar. Ele me chamou pra dar o palpite do lugar, onde o poder público não investe tem muito tempo. A Odebrecht tentou fazer o estádio desde 1997. Eu, o Luis Paulo Rosemberg, responsável pelo marketing, e toda diretoria, trabalhamos em cima disso."

Sanchéz ainda revelou que o desejo de muitos dentro da diretoria, na época, era administrar o Pacaembu, mas o diretor revelou, com ironia, os problemas do estádio.

"Muitos queriam o Pacaembu. Eu não queria. Lá, todos nós sabem que é um lugar carente, pobre, com o bairro de Higienópolis sem piscinas nas casas, sem se incomodar com barulhos... Se fosse fazer alguma reforma, o primeiro andar do prédio do lado entraria com recurso. Depois o segundo, o terceiro, o quarto. Até chegar no prédio vizinho e daí por diante."

Mesmo com a tão sonhada arena e as mudanças que aconteceram, Andrés revelou que o campo de treinamento, feita em sua gestão, foi mais importante do que o estádio.

"Todos falam da arena, mas o mais importante foi a consrução do CT Joaquim grava. Até pela estrutura do atleta poder treinar, se recuperar, ficar concentrado... Foi mais importante."

Depois de quase cinco anos, a tão famosa venda dos direitos do nome da arena corinthiana está próxima de ser vendida. O chamado Naming Rights é uma longa promessa que pode ser cumprida em breve.

"Tem algumas empresas próximas. Uma tem 80 e outra 60% de chance de vender. Espero que todos chamem pelo nome. Esse é meu medo."

Enquanto o time não entra em capo para sacramentar o hexa campeonato, as vistas se voltam para a diretoria. O planejamento para 2016 está sendo discutido e o clube planeja reforços. Mas antes disso tudo tem o confronto contra o Vasco, quinta-feira (19), em São januário, podendo decidir o título alvinegro.

VAVEL Logo