Com recepção calorosa, Luís Fabiano é apresentado oficialmente no Vasco: “O caô apenas começou”
(Foto: Paulo Fernandes/Vasco da Gama)

Nessa manhã quente de terça-feira (21) no Rio de Janeiro, a torcida do Vasco lotou o aeroporto Santos Dumont para receber Luís Fabiano. A empolgação foi tanta, que a barreira humana, que separava a torcida do novo camisa 9, foi rompida com a força de cerca mil e quinhentos torcedores que marcaram presença, segundo a PM.

Após essa grande festa por parte da torcida vascaína, o Fabuloso foi apresentado na Sede Náutica do clube, na Lagoa, horas depois de sua chegada ao Rio. Estava marcada para às 12h45, mas começou com um certo atraso e estiveram presentes Eurico Miranda, Luís Fernandes e Sílvio Godoy.

O primeiro a falar na formalidade foi o presidente Eurico. Segundo o mesmo, Luís Fabiano foi uma unanimidade dentro do clube, e que ele já sabia que o atacante viria para São Januário desde dezembro.

 “Luís Fabiano foi uma unanimidade. Foi uma escolha pessoal. Em dezembro, eu falei com o Luís Fabiano, e ele disse para mim, que iria ser jogador do Vasco, e para mim, ali ficou encerrado. Por isso, eu disse que se ele voltasse para o Brasil, seria jogador do Vasco. Luís Fabiano chega em um novo time do Vasco, é uma nova”, disse Eurico.

Saindo do frio da China para o calor do Rio de Janeiro, o Fabuloso não poupou elogios sobre a recepção que os vascaínos fizeram no aeroporto Santos Dumont, e planeja repetir os passos de seu ídolo Romário.

“Uma recepção maravilhosa. Algo que eu não esperava. Estou muito feliz, de verdade e espero corresponder a expectativa. Espero que esse ano a gente possa ser muito feliz juntos. Só peço um pouco de paciência, mas será um grande ano. Também é uma honra vestir a mesma camisa que meu ídolo Romário”, frisou o camisa 9.

Questionado sobre sua negociação e o futebol chinês, Luís Fabiano foi sincero nos comentários. Para ele, os chineses estão na época de apenas gastar dinheiro e não pensam muito no próprio campeonato, mas que, em um prazo longo, pode crescer.

“Foi um período complicado. Alguns queriam que eu saísse, outros não. Não dependia de mim, mas, graças a Deus, deu tudo certo. Mas foi complicada, foi. Futebol chinês está pensando em gastar dinheiro. Não pensa em estruturar para fazer algo a longo prazo. O que eu vi lá, foram times que não tinham muita estrutura. Meu tinha havia uma estrutura legal relacionado a CT e essas coisas. Na minha opinião, eles não vão fazer um grande campeonato, como é o Brasileirão, Vi coisas que me pegaram de surpresa, como roupeiro jogando em time adversário” comentou

Questionado sobre a idade avançada, e sobre o que falam sobre o elenco do Vasco, o atacante apenas comparou jogadores com, até mais idade, que vêm jogando em alto nível.

“Estou vendo vários jogadores com mais de 35 anos, até 40, como o Zé Roberto. Eu posso acrescentar alguma coisa no Vasco. Entrando em forma, com certeza, eu posso agregar”, comentou.

Em meio as perguntas voltadas ao Luís Fabiano, Eurico Miranda interrompeu e resolveu cutucar o Flamengo.

Vocês estão perguntando muito isso, muito aquilo. Vocês querem que eu diga, ele (Luís Fabiano) vai ser o carrasco do Flamengo.”

Ainda no embalo da provocação, questionaram ao Fabuloso se ele tinha alguma rivalidade com atacante rubro-negro, já que ambos jogaram contra, quando um ainda estava no São Paulo e outro estava no Corinthians.

“Não tenho rivalidade com o Guerro. Somos diferentes. Tenho mais gols”

VAVEL Logo