Técnico do América-MG, Victor Alberice pede atenção e mudança de postura da equipe após revés
Foto: Isabelly Morais/VAVEL Brasil

Técnico do América-MG, Victor Alberice pede atenção e mudança de postura da equipe após revés

Clube mineiro perdeu por 2 a 0 para a Portuguesa em casa, cujos gols foram marcados pelas paulistas de forma repentina

isabelly-morais
Isabelly Morais

Nem sempre a estratégia que se usa em um jogo, usa-se em outro. Campeonatos, adversários, circunstâncias diferentes, tudo isso influencia em como uma equipe se prepara e se planeja para uma partida. No caso da Portuguesa, que venceu o América-MG por 2 a 0, na noite dessa quarta-feira (24), pelo Campeonato Brasileiro Feminino A2, o artifício foi uma pressão nos minutos inicias para depois segurar o resultado.

Tanto pressionou que a Lusa já tinha os 2 a 0 no placar aos 10 minutos do primeiro tempo e ainda jogando fora de casa. A repentina audácia das paulistas foi de encontro com a desatenção das mineiras, que por sua vez não furaram o bloqueio das visitantes. Se a estratégia da Portuguesa longe dos seus domínios deu certo, a do América se complicou com o gol sofrido muito rápido, como comenta o técnico alviverde, Victor Alberice

"Com desvantagem tão cedo, fica complicado analisar estratégia. Tudo aquilo que foi planejado e treinado acaba caindo, e você precisa buscar por uma reformulação do jogo. Perdemos muito controle emocional, e, consequentemente, controle técnico. Não conseguíamos colocar a bola no chão, organizar as ações ofensivas, e isso foi fatal", analisou.

Na primeira rodada do Brasileirão, o América perdeu por 3 a 2 para o Caucaia, no Ceará, em que tomou gol aos sete e aos 15 minutos do primeiro tempo - o outro do clube cearense foi marcado na etapa final. Essa situação preocupa Victor, uma vez que quatro dos cinco gols que a equipe sofreu até agora na competição saíram antes dos 15 do primeiro tempo.

"Foram quatro gols que tomamos - dois no Ceará e dois aqui - dentro dos primeiros 20 primeiros minutos de jogo. Então são momentos de atenção e concentração que não conseguimos ter. Temos que correr muito atrás ainda, e correr desde o início de jogo", pontuou.

A próxima rodada reserva o Cresspom para o América, equipe que até então não sofreu nenhuma derrota. Foram três vitórias em três jogos da equipe brasiliense nesta edição do campeonato e, segundo Victor, o Coelho precisa estar mais atento, ainda mais porque jogará fora de casa.

"Não podemos ter a mesma postura que tivemos no início do jogo contra o Caucaia e no início deste jogo. Foram inícios de jogos muito ruins, onde a equipe demorou a entender que eram jogos de Campeonato Brasileiro. Se você não entrar com concentração total, vai ter problemas", comentou.

América e Cresspom se enfrentam na próxima quarta-feira (31), às 15h, em Brasília, pela quarta rodada do Brasileirão A2.

VAVEL Logo