Internacional defende longo tabu diante do Brasil de Pelotas no estádio Bento Freitas
Foto: Divulgação / S. C. Internacional

Com uma complicada tabela neste início da Série B do Campeonato Brasileiro, o Internacional terá a chance de buscar uma vitória e entrar para o G-4 nesse fim de semana, contra o Brasil de Pelotas, no Bento Freitas. Além da busca pela vitória, o Colorado defende uma invencibilidade neste duelo regional, a equipe Xavante não vence desde 11 de maio de 1996, onde venceu por 1 a 0. Desde então, foram 16 jogos realizados, sendo 13 vitórias coloradas e três empates.

Este último triunfo pelotense foi um jogo válido pela primeira rodada da fase semifinal do Campeonato Gaúcho. Na ocasião, o zagueiro Pablo decidiu aproveitando uma cobrança de escanteio aos 30 minutos do segundo tempo para dar a vitória aos Xavantes.

O Inter, na época treinado por Nelsinho Baptista, tinha nomes conhecidos, como os zagueiros Argel que há pouco tempo treinava a equipe e Gamarra, o lateral-direito César Prates e o centroavante Leandro.

Histórico geral:
107 jogos
70 vitórias do Inter
16 vitórias do Brasil
21 empates

Para este jogo, o técnico Guto Ferreira concedeu entrevista coletiva no começo da tarde desta sexta (23), e de forma sigilosa, explicitou uma cobrança: mais atitude de seus atletas.

“Acho que sim. Atitude, sempre. Estamos buscando a atitude. Ela é refletida com poder de marcação mais forte, com acelerações. Para isso também precisa de tempo nessa maratona de jogos. Eu falei que essa maratona seria cruel. Os outros também estão. Mas, com certeza, essa é a busca. De se conseguir uma vitória, respeitando o Brasil-Pel. Vive um grande momento. Tem uma torcida inflamada. Cria um ambiente extracampo. Tem que se manter o mais equilibrado possível” - afirma o treinador.

As equipes se encontram em momentos distintos na temporada. Enquanto o Colorado vem de um ano contestado lutando para entrar no G4, a equipe Xavante sobe na tabela com duas vitórias consecutivas contra dois adversários que estão no G4. É assim que o Internacional defende esse tabu de duas décadas nesse sábado (24), às 16h30, no Bento Freitas, em Pelotas.

 

 

 

VAVEL Logo