Chapecoense conquista segunda vitória seguida e mantém invencibilidade contra Fluminense
Foto: Sirli Freitas/Chapecoense

Mais uma vez a Chapecoense venceu o Fluminense e manteve a invencibilidade na história do confronto. Em jogo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, a Chape fez 2 a 0, com gols de Arthur e Wellington Paulista, e agora soma seis vitórias em oito jogos contra o Tricolor.

Autor de um dos gols na vitória da Chapecoense contra o Fluminense, Arthur marcou o sexto dele no Brasileirão, sendo que três deles foi contra o Flu - marcou dois na partida do primeiro turno. Foi o oitavo confronto entre as equipes e a sexta vitória da Chape. O Flu continua sem saber o que é vencer os catarinenses.

Com a vitória, a Chapecoense subiu para 11º lugar com 38 pontos, passando o Fluminense que caiu para 13º, também com 38 pontos. Na próxima rodada, a Chape visita o Atlético-PR, sábado (28), às 21h (de Brasília), na Arena da Baixada. Já o Flu recebe o Bahia, domingo (29), às 17h, no Maracanã, mas antes enfrenta o Flamengo pela Sul-Americana, quarta-feira (25), às 21h45.

Chape aproveita má atuação do Flu e sai na frente do placar

Diante de um Fluminense repleto de desfalques importantes, não demorou muito para a Chapecoense abrir o placar na Arena Condá. Logo aos três minutos, o atacante Arthur aproveitou cruzamento da esquerda, se antecipou ao zagueiro Gum e balançou as redes.

Com a volta do esquema com três volantes, o Fluminense voltou a jogar mal. Sem Sornoza, o time ficou sem ninguém para articular as jogadas e Gustavo Scarpa ficou sozinho. Mesmo com mais posse de bola, o Flu praticamente não levou perigo ao goleiro Jandrei. A melhor oportunidade surgiu aos 32 minutos, através da bola aérea, mas Marlon Freitas não aproveitou.

Por outro lado, a Chapecoense teve mais chances de aumentar o placar, mas não soube aproveitar. Wellington Paulista parou no goleiro Diego Cavalieri, enquanto Amaral e Arthur perderam, sozinhos na pequena área, a oportunidade de ampliar o placar ainda no primeiro tempo.

(Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)
(Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)

Chape marca no início outra vez, vence e mantém invencibilidade na história contra o Flu

Assim como no primeiro tempo, a Chapecoense não demorou para balançar as redes. Com apenas um minuto do segundo tempo, Wellington Paulista aproveitou a cobrança de escanteio e após uma confusão na pequena área, marcou em finalização de calcanhar. Os jogadores do Fluminense reclamaram dizendo que a bola não entrou toda.

Após ampliar, a Chapecoense ainda teve outras duas oportunidades para ampliar, ambas com Luiz Antonio, mas Diego Cavalieri salvou o Fluminense e evitou o terceiro gol. Mesmo com a má atuação, Abel Braga manteve a equipe com os três volantes e levou mais de 20 minutos para abdicar do esquema e realizar a primeira mudança.

Com a entrada de Robinho e o fim do esquema com três volantes, o Fluminense demonstrou uma leve melhora e criou oportunidades. Gustavo Scarpa quase marcou um golaço em chute de fora da área e Romarinho parou no goleiro Jandrei, que fez grande defesa e salvou a Chape.

A Chapecoense recuou e deixou toda a posse de bola com o Fluminense, que ameaçou uma possível reação. Porém, após Abel Braga tirar Gustavo Scarpa já pensando em poupá-lo para o jogo contra o Flamengo, pela Sul-Americana, o Flu praticamente desistiu do jogo e mais uma vez acabou derrotado pela Chape.

VAVEL Logo