Devido à má condição do campo, estreia do América-MG na Copa BH Feminina é adiada

Com campo alagado, meninas do Coelho se apresentaram mas não puderam estrear na competição contra EC MHM

Devido à má condição do campo, estreia do América-MG na Copa BH Feminina é adiada
Coelinhas não puderam jogar no Campo do Nacional devido à lama no campo de terra (Foto:Divulgação/América-MG)

A partida entre América e EC MHM pela Copa BH Feminina, que seria realizada no último domingo (11), não aconteceu devido à má condição do gramado. O Campo do Nacional, que é de terra, não aguentou as constantes chuvas na capital mineira e por isso a comissão técnica do Coelho achou inviável a realização do duelo.

Além do gramado, as jogadoras encontraram dificuldades para se trocarem, uma vez que o vestiário estava alagado. Com isso, elas tiveram que vestir seus uniformes dentro de carros. Procurando não prejudicar a integridade física das atletas ao ver as condições do campo, a comissão se pronunciou e pediu a remarcação da partida.

A princípio, o árbitro Pedro Mayan Aureliano confirmou o jogo para as 13h, mesmo sem condições de jogo. Porém, a comissão manteve a decisão de não disputar a partida. A assessora especial do time feminino do América, Bárbara Fonseca, explicou porque o Coelho não autorizou a entrada em campo de suas jogadoras.

“Quando chegamos ao Campo do Nacional, percebemos que não havia a menor condição técnica de realizar uma partida ali, por conta da chuva. O campo é de terra e, com a chuva forte não havia como praticar futebol de forma segura”, falou.

Assim como o jogo do América, a partida que seria disputada entre Nacional e Santa Tereza logo após, às 15h, também foi remarcada com total apoio do trio de arbitragem que conduziria o duelo. O clube aguarda a nova data e o novo local onde será disputada a partida contra o MHM.