Notas: Marcinho é destaque do Internacional contra Cianorte e se candidata a titular no Gre-Nal
(Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional)

Internacional voltou a vencer o Cianorte pelo placar de 2 a 0 e conseguiu eliminar o time Paranaense da Copa do Brasil. A equipe de Odair Hellmann aguarda sorteio para conhecer próximo adversário da competição nacional. Marcinho, com boa atuação, foi o destaque do jogo. O meia-atacante pode aparecer como surpresa no clássico Gre-Nal.

+Em partida disputada, Internacional vence Cianorte-PR e avança na Copa do Brasil

Notas do Internacional

Marcelo Lomba - 6.5

Mais uma vez mostrou segurança em baixo das traves. Apareceu na primeira etapa segurando algumas bolas. No segundo tempo pouco foi acionado.

Edenílson - 6.5

Quebro o galho na lateral-direita. O camisa 8 havia cumprido a função no segundo tempo do clássico Gre-Nal. Com Dudu fora e Fabiano não podendo atuar nessa partida pelo clube, coube a ele fazer mais uma vez o lado direito. Seguro na marcação e boa presença no ataque.

Rodrigo Moledo - 5.0

Não esteve bem na primeira etapa. Levou cartão amarelo após sequência de faltas. Jogador precisa encontrar ritmo de jogo. Na segunda etapa conseguiu levar perigo ao gol adversário.

Victor Cuesta 6.5

Assim como no Gre-Nal, voltou a fazer falta desnecessária, mas desta vez levou cartão amarelo. Cumpriu bem sua função e ainda salvou Moledo em alguns lances.

Iago - 6.5

Não foi tão decisivo quanto na partida de ida, mas continua demonstrando confiança na defesa e também no ataque.

Rodrigo Dourado - 6.0

Soube diminuir os espaços dos jogadores de meio do Cianorte. Mais exigido na marcação, pouco apareceu no ataque.

Gabriel Dias - 6.0

Assim como Dourado, também foi exigido mais na defesa. Levou cartão amarelo por parar jogada de contra-ataque do adversário.

Patrick - 7.5

Melhor notícia do Inter em 2018. Chegou com status de volante e gerou desconfiança da torcida, mas apareceu no time de Odair Hellmann como meia e vem sendo um dos destaques Colorados na temporada. Boa presença ofensiva. Marcou um gol e fez o cruzamento para o outro.

Marcinho - 8.0

Mostrou para Odair Hellmann que quer jogar o Gre-Nal. Se não foi a melhor, com certeza foi uma das melhores partidas do jovem com a camisa do Inter. Fez a jogada do primeiro gol e arriscou dribles para cima do adversário.

D'Alessandro - 6.5

Fez o que sabe. Pisou na bola e distribuiu o jogo para todos os lados. Desperdiçou um pênalti na primeira etapa, mas marcou seu 86º gol pelo Inter na segunda etapa.

Roger - 5.5

Não engrenou no time. Vem buscando fazer seu melhor, mas ainda precisa trabalhar. Perdeu gol incrível no fim da primeira etapa. Foi em cima dele o pênalti do Inter.

Brenenr - 5.5

Foi convocado para a Seleção Brasileira Sub-20. Entrou na vaga de Roger e teve uma chance cara a cara com o goleiro, mas desperdiçou.

Rossi - 5.0

Apenas estreou pelo Inter. Entrou aos 29 do segundo tempo para sentir o clima do jogo.

Ruan - 5.0

Entrou na vaga de Edenílson. Ficou de frente com o goleiro e arriscou o chute, mas não converteu. Ruan ainda não conseguiu se firmar no Inter.

Odair Hellmann - 6.5

Não quis arriscar e mandou a campo o que tinha de melhor. Preservou Roger logo no início do segundo tempo e observou os movimentos de Rossi. Odair sabe que no domingo, contra o Grêmio, não pode errar. Deve contar com Fabiano de titular no lado direito, assim Edenílson, que saiu aos 30 da etapa final, pode voltar ao meio.

Cianorte-PR - 6.5

Entrou em campo buscando manter a invencibilidade em casa. Feito durava dois anos e meio. Jogou de igual para igual contra o Inter na primeira metade do primeiro tempo. Continuou jogando da mesma forma após sobre o gol, em jogada de contra-ataque. Saiu da Copa do Brasil de cabeça erguida.

VAVEL Logo