Com apoio da torcida, Sport realiza treino e técnico Nelsinho Baptista faz mistério na escalação

Apesar do mistério, Nelsinho Baptista confirmou antecipadamente a presença de Raul Prata na lateral esquerda para a estreia na Série A contra o América-MG

Com apoio da torcida, Sport realiza treino e técnico Nelsinho Baptista faz mistério na escalação
Williams Aguiar/ Sport Club do Recife

Prestes a estrear na Série A contra o recém promovido América-MG, no domingo (15), às 11h, no estádio Independência, em Belo Horizonte, o Sport realizou seu último treino na manhã desta sexta-feira (13). O treinamento aberto e sob chuva, diga-se de passagem, contou com o apoio da torcida rubro-negra aos jogos.

Em três grupos, com exceção do zagueiro Durval, o lateral esquerdo Evandro e o atacante Rogério, que estão se recuperando de lesão e fizeram um trabalho especifico. Portanto, os que receberam o colete verde deu indícios do que deve ser a base da equipe titular com jogadores a menos:

Agenor; Cláudio Wink, Léo Ortiz, Ernando e Sander; Ferreira, Felipe Bastos e Anselmo; Marlone. Para complementar os onzes iniciais, é possível a entrada de Andrigo e Hygor na equipe.  

Após o treino, o técnico Nelsinho Baptista confirmou que o time titular está definido, mas preferiu não revelar a equipe completa. ''O time está definido. Tivemos duas semanas de trabalho, mas principalmente a última semana foi muito produtiva. Deu para fazer as avaliações. Deu para criar o plano B dentro do jogo. O grupo está bem consciente da responsabilidade que é o Brasileiro, mas estamos iniciando o campeonato bem tranquilos e sabendo cada de sua função. Mas eu não posso divulgar o time'', esclareceu.  

Mesmo sem divulgar a escalação finalizada, Nelsinho decidiu confirmar a presença de Raul Parta na lateral esquerda. “Logicamente, todas as mudanças você procura melhorar. O Raul é um jogador versátil. Nós conversamos durante a semana e vou colocá-lo porque acho que tem uma característica diferente do Sander. a gente vai observar também porque nós não temos outra opção para o setor. Em um jogo assim, fora de casa, a gente tem a condição de dar oportunidade e observar essa opção”, salientou.