Bahia constrói goleada sobre Blooming no segundo tempo e avança na Copa Sul-Americana
Felipe Oliveira/EC Bahia

A instabilidade do Bahia na temporada com a sequência ruim no Campeonato Brasileiro foi colocada à prova na noite desta quarta-feira (23). Ainda que não fosse pela competição nacional, era um duelo que a equipe precisava da superação para obter um bom resultado. Após ser derrotado no primeiro duelo, o Tricolor disputou o segundo duelo contra o Blooming, pela primeira fase da Copa Sul-Americana. Demorou, as dificuldades existiram, mas o final foi apreciado nos ares baianos. O Esquadrão goleou por 4 a 0. Zé Rafael (duas vezes), Élton e Júnior Brumado marcaram os tentos tricolores.

O Bahia precisava da vitória por perder o primeiro jogo por 1 a 0. A vitória simples levava às penalidades máximas, mas o Blooming entrou em campo com a estratégia de surpreender. E quase deu mais trabalho que o esperado quando finalizou com perigo pela primeira vez no jogo em chute de Hugo Bargas. A resposta dos donos da casa veio com forte chute de Vinícius, para defesa espetacular de Marco Vaca. O Tricolor tinha a posse de bola, mas não conseguia esbarrar na marcação boliviana. Vinícius e Zé Rafael eram os dois jogadores responsáveis por trabalhar a pelota e oferecer perigo.

Como a dificuldade era grande, os lances de bola parada viraram alternativas para os mandantes. E a pressão deu certo. Aos 25 minutos, Vinícius cobrou escanteio, Lucas Fonseca furou ao arriscar uma bicicleta e Zé Rafael emendou de bico para abrir o placar. Os cruzamentos passaram a ser mais utilizados, mas o Blooming não estava morto e Hugo Bargas era a referência ofensiva que dava trabalho ao goleiro Anderson.

Felipe Oliveira/EC Bahia

O Bahia precisava de mais gols para não deixar que os pênaltis decidissem seu futuro na Sul-Americana – ou que o adversário passasse a acreditar na surpresa longe de casa. Diferente do primeiro tempo, o Esquadrão teve mais tranquilidade e construiu a vitória mais que suficiente para permanecer no torneio. Aos quatro minutos, Vinícius cobrou falta e Élton desviou de cabeça para marcar o segundo e ampliar o marcador baiano.

O jogo permanecia com ares de tensão, ainda que mínimo. Apesar da vantagem, um gol boliviano dava a classificação ao Blooming. As equipes trabalhavam a bola, mas sem finalização certa. Aí surgiu Zé Rafael mais uma vez. O meio-campista foi fundamental para que a tranquilidade realmente pairasse na Fonte Nova. Aos 32 minutos, Gregore iniciou contra-ataque e acionou Vinícius, mas a defesa cortou. Na sobra, Júnior Brumado conduziu a bola e rolou para Zé Rafael bater cruzado e balançar as redes. O Blooming chegou a ameaçar com Hugo Bargas em chute no travessão. Mas a noite era do Bahia. Aos 48 minutos, Júnior Brumado finalizou contragolpe iniciado por Régis e continuado por Mena. O atacante bateu de primeira e deu fim ao jogo.

O Bahia está classificado para disputar a segunda fase da Copa Sul-Americana. O adversário e os mandos serão definidos em sorteio na sede da Conmebol no dia 4 de junho, mas os jogos serão disputados apenas no segundo semestre, após a Copa do Mundo. O time volta a campo no fim de semana, quando enfrenta o Vasco da Gama, às 16 horas do domingo (27), na Arena Fonte Nova.

VAVEL Logo