Kleina vê empate injusto da Chapecoense e critica decisões da arbitragem

Verdão tinha a vitória assegurada até os 46 minutos do segundo tempo.

Kleina vê empate injusto da Chapecoense e critica decisões da arbitragem
Segundo o treinador, a arbitragem "inverteu os critérios" no lance do gol do Sport (Sirli Freitas/Chapecoense)

A Chapecoense deixou a vitória escapar no último minuto de jogo e ficou no empate, em 1 a 1, contra o Sport, nesse domingo (05), na Ilha do Retiro, em jogo válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado mantém o Verdão em 16º lugar, apenas um ponto acima do Santos, primeiro time na zona do rebaixamento da competição.  

O técnico Gilson Kleina, em entrevista coletiva, criticou as decisões feitas pela arbitragem, elogiou desempenho da equipe e lamentou o resultado final.

"Eu vi que fizemos um jogo consistente.  Não podemos falar da arbitragem, mas ele inverteu os critérios, todas as faltas como a do Bruno antes do gol ele deu e nesse lance que deu origem ao gol não marcou, nos prejudicou. A equipe teve postura para sair com a vitória, poderíamos ter matado, e saímos com o sentimento de que poderíamos ter saído com uma grande resultado", disse.

Kleina também comentou sobre a importância de Yann Rollim dentro do time titular e como sua saída afetou o esquema tático do alviverde.

"Muda a característica, o Yann fez a jogada do gol, até não sei a gravidade do lesão, trabalhamos bem com o departamento médico para trazê-lo. Com o Canteros, tivemos a posse, mas sem a chegada do meia. Optamos por manter a formatação porque estávamos vencendo", afirmou.

A Chape terá toda a semana livre para treinamentos, tendo o próximo compromisso somente no outro domingo (12), quando enfrentará o Corinthians, na Arena Condá, às 16h.