Chapecoense busca reverter placar contra Corinthians por uma vaga na semifinal da Copa do Brasil
Esse será o terceiro encontro entre as equipes em 15 dias (Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)

Chapecoense busca reverter placar contra Corinthians por uma vaga na semifinal da Copa do Brasil

Chape precisará valer mando de campo para conseguir classificação; Timão tem vantagem do empate

gustavomilioli
Gustavo Milioli
ChapecoenseJandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo, Canteros e Yann Rolim; Bruno Silva e Wellington Paulista. Técnico: Guto Ferreira
CorinthiansCássio, Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel e Douglas; Pedrinho, Romero, Jadson e Clayson. Técnico: Osmar Loss
ÁRBITROLeandro Pedro Vuaden (RS), auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Guilherme Dias Camilo (MG)
INCIDENCIASQuartas de final da Copa do Brasil, às 21h45 de quarta-feira, na Arena Condá, em Chapecó/SC

Pela partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil, Chapecoense e Corinthians tem encontro marcado na noite desta quarta-feira (15) em Chapecó. O confronto ganhou ingredientes extras após a última rodada do Brasileirão, quando no mesmo palco a Chape conseguiu a virada no último minuto e frustrou os planos do time comandado por Osmar Loss.

 Após vencer por 1 a 0 no primeiro jogo, o Timão terá a vantagem do empate enquanto os catarinenses precisarão de ao menos dois gols de diferença para levar a vaga no tempo normal. Em caso de vitória pela diferença mínima, a decisão será nos pênaltis.

Esta já é a melhor participação do Verdão na história da copa nacional, e para continuar escrevendo mais um bonito capítulo, terão pela frente uma equipe tricampeã do torneio. Com dificuldades para engrenar no Campeonato Brasileiro, o Corinthians sabe que a Copa do Brasil pode ser uma boa alternativa para conseguir a classificação à Copa Libertadores do próximo ano.

Chapecoense definida

Sem mistérios, o técnico Guto Ferreira encaminhou a escalação para a decisão desta noite. Não podendo contar com alguns dos recentes reforços, casos dos meias Diego Torres e Edgardo Orzusa, que não foram regularizados a tempo, do zagueiro Rafael Pereira e do atacante Leandro, que já atuaram na competição por outras equipes e não podem mais entrar em campo, o time deverá ter: Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo, Canteros e Yann Rolim; Bruno Silva e Wellington Paulista.

Em seu segundo jogo no retorno à Chapecó, Guto foi enfático sobre as chances de classificação dos catarinenses. Para o treinador, acreditar é a palavra de ordem.

Vamos criar o ambiente como estava domingo. Extremamente positivo. Vamos trabalhar a cabeça dos jogadores e se superar, tudo pode acontecer. É difícil? Sim. Impossível? Acho que a frase está aí. Aqui não existe o impossível”, disse em coletiva de imprensa na tarde desta terça (14).

Clayson pode ser desfalque de última hora para o Corinthians

Até o final do treino de terça, o Corinthians parecia pronto para ir a campo hoje a noite. Porém, ao fim da atividade no CT do adversário, o atacante Clayson reclamou de dores e saiu com bolsa de gelo na coxa esquerda, virando dúvida para o confronto.

Vale lembrar que no último domingo, Clayson se envolveu em uma polêmica com a Chapecoense, quando ao ser substituído e se dirigir ao banco de reservas, discutiu com alguns torcedores do time da casa e chegou até a arremeçar água que atingiu uma torcedora. Por meio de suas redes sociais, o jogador do Timão pediu desculpas e manifestou o desejo de poder se retratar pessoalmente com estava próximo ao alambrado.

Caso realmente não tenha condições de jogo, Mateus Vital e Marquinhos Gabriel são os principais favoritos a substituí-lo. Um provável Corinthians tem: Cássio, Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel e Douglas; Pedrinho, Romero, Jadson e Clayson (Mateus Vital/Marquinhos Gabriel).

Sobre as lições que a derrota do último domingo deixou, ainda que com o time reserva, o técnico Osmar Loss acredita que seus jogadores terão uma atenção a mais para esta noite.

Estamos mais vacinados. Certamente a gente vai buscar conter o que aconteceu na partida, um jogo muito intenso, de contra-ataques de ambas as equipes. A gente tem que entender nossas características para jogar o melhor jogo”, disse.

Sobre a mudança de campeonato, agora o confronto é mata-mata, Loss entende que a dinâmica da partida precisa ser encarada de forma diferente.

Eu acho que o caráter do jogo tem um peso diferente, é uma eliminatória, uma decisão, só uma equipe passa. O jogo do último domingo tinha importância para nós continuarmos subindo, nos aproximando do bloco de cima, e para a Chapecoense sair da zona de rebaixamento. São pesos diferentes, não sei como eles tratam. Para nós era importante, imagino que para eles, também. Esse jogo agora também. Talvez tenha mais valor, é uma decisão. No Brasileiro, não. Temos mais 20 rodadas para percorrer. Agora, quem passar vai para a semifinal”, analisou.

O duelo na Arena Condá está marcado para às 21h45, com arbitragem do gaúcho Leandro Pedro Vuaden e auxílios de Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Guilherme Dias Camilo (MG). Vale lembrar que a partir desta fase a Copa do Brasil está tendo o uso do árbitro de vídeo (VAR). Para o embate, quem comandará a cabine de arbitragem do VAR será Rafael Traci, do Paraná.

VAVEL Logo