Em fase delicada, Chapecoense cumpre jogo atrasado contra Atlético-PR
Foto: Divulgação/Chapecoense

Em fase delicada, Chapecoense cumpre jogo atrasado contra Atlético-PR

Enquanto Chape tenta fugir do Z-4, Furacão busca a primeira vitória fora de casa com Tiago Nunes

matheus-gabriel
Matheus Gabriel
ChapecoenseJandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Nery Bareiro e Roberto; Elicarlos, Márcio Araújo, Canteros e Diego Torres; Victor Andrade e Leandro Pereira. Técnico: Guto Ferreira
Atlético-PRSantos; Diego Ferreira (Reginaldo), Thiago Heleno, Léo Pereira, Renan Lodi; Wellington, Bruno Guimarães, Veiga; Marcinho, Rony e Pablo. Técnico: Tiago Nunes
ÁRBITROFlavio Rodrigues de Souza (SP) Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP).
INCIDENCIASJogo atrasado da 20ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro de 2018, quinta feira (13), às 20h, na Arena Condá.

Chapecoense e Atlético-PR sem enfrentam em jogo atrasado da 20ª rodada nesta quinta-feira (13), às 20h, na Arena Condá. O jogo foi adiado depois que o Atlético-PR não conseguiu pousar em Chapecó devido ao clima.

A Chape está na penúltima colocação, com 22 pontos em 23 partidas disputadas, e uma vitória nesta quinta feira tira o Verdão da zona de rebaixamento, ultrapassando Ceará, Sport e Vasco, fazendo com que o time carioca entre na zona da degola.

Confira as promoções do nosso parceiro FutFanatics

Pelo lado rubro-negro, uma vitória significaria o primeiro triunfo fora de casa sob o comando de Tiago Nunes e a retomada da boa fase - já são duas derrotas seguidas (Palmeiras 2 a 0 e Atlético-MG 3 a 1). O Atlético-PR está na 14ª colocação com 27 pontos e em caso de vitória pode alcançar a 11ª posição.


Com técnico pressionado, Chape confia em histórico positivo

Em Campeonatos Brasileiros, a Chape nunca perdeu para o Atlético-PR jogando em casa. Desde que o Verdão disputou seu primeiro Brasileirão, em 78, foram quatro empates e duas vitórias dos catarinenses.

Guto Ferreira ganhou mais uma chance no comando da Chapecoense. Ele foi contratado no início de agosto com a tarefa de manter a Chape na Série A mas, até aqui, não dá mostras de que será capaz. Em 2015 Guto foi contratado com a mesma missão e teve êxito, livrando o clube de seu primeiro rebaixamento. Porém, em 2018, o aproveitamento é baixo: em 6 jogos, com quatro derrotas empates, uma vitória e um empate, com aproveitamento de 22%.

"Posso fazer o time render mais. Não vamos parar de buscar o melhor. Acho que neste momento a estatística não está adequada, mas vamos trabalhar para fazer o melhor", disse Guto.

Pelo menos dentro dos vestiários Guto parece ter apoio. O atacate Victor Andrade falou sobre a situação do técnico."O professor vem fazendo um bom trabalho, mas, infelizmente, o resultado não está saindo. A cobrança sempre vai para o treinador pelos resultados. Mas isso é uma instabilidade do grupo, não só dele. Todos temos que melhorar", comentou.

Andrade também está de volta ao 11 inicial da Chape após a lesão de Capixaba no jogo contra o Flamengo. Quem também volta é Elicarlos, que cumpriu suspensão. A última mudança é a entrada de Diego Torres na vaga de Bruno Silva.


Furacão busca pontos longe de Curitiba


O Atlético-PR segue na busca por uma vitória longe de sua torcida sob o comando de Tiago Nunes neste Brasileirão. A única vitória fora de casa com o novo técnico foi contra o Peñarol, pela Sul-Americana. Pelo Brasileirão, Tiago comandou a equipe em cinco partidas fora de casa, com três derrotas e dois empates.

Mas Tiago Nunes considera que, mesmo com as derrotas para Palmeiras e Atlético-MG, o elenco demonstrou um bom desempenho, e que uma vitória contra a Chape é possível.

“O importante é continuar jogando bem, o que nos credencia a poder vencer fora de casa. Estamos analisando de maneira fria, estatisticamente, os motivos de não conseguirmos essas vitórias fora de casa. Passando isso aos atletas, construiremos nos treinamentos essa primeira vitória. Esperamos que ela possa vir já em Chapecó”, disse.

Nunes terá de fazer algumas alterações no time titular para a partida desta quinta feira. Na lateral-direita, Jonathan está suspenso e abre espaço para luta por posição entre Diego Ferreira e Reginaldo. Qualquer um que jogar fará sua estreia com a camisa rubro-negra. No meio campo, Wellington também volta de suspensão, e deve formar dupla com Bruno Guimarães.

Nikão, que foi expulso contra o Atlético-MG, cumpre suspensão automática, e dá lugar a Rony, que costuma entrar no segundo tempo e agora tem a chance de estrear como titular. Por fim, Renan Lodi volta à equipe titular após cumprir suspensão, no lugar de Márcio Azevedo.

VAVEL Logo

    Associação Chapecoense de Futebol Notícias

    há 6 dias
    há 6 dias
    há 9 dias
    há 13 dias
    há 15 dias
    há 20 dias
    há 20 dias
    há 22 dias
    há 22 dias
    há 22 dias
    há 23 dias