Pressionados, Vasco e Flamengo se enfrentam em clássico no Mané Garrincha

Rivais se encontram em situações distintas na tabela do Campeonato Brasileiro: equipe cruz-maltina inicia missão da fuga do Z-4, enquanto rubro-negros visam reduzir distância da liderança

Pressionados, Vasco e Flamengo se enfrentam em clássico no Mané Garrincha
Foto: Gilvan de Souza/Flamengo
Vasco
Flamengo
Vasco: Diego Alves; Rodinei, Léo Duarte, Réver, Renê; Cuéllar; Lucas Paqueta, Diego; Éverton Ribeiro, Uribe, Vitinho. Técnico: Mauricio Barbieri
Flamengo: Martín Silva; Lenon, Werley, Leandro Castán, Ramon; Bruno Silva, Raul, William Maranhão, Giovanni Augusto; Andrés Rios, Maxi López. Técnico: Alberto Valentim
ÁRBITRO: Luiz Flavio de Oliveira, auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse e Miguel Cateneo Ribeiro da Costa. Todos de SP.
INCIDENCIAS: Partida válida pela 25° rodada do Campeonato Brasileiro. No estádio Mané Garrincha em Brasília.

Neste sábado, Flamengo e Vasco serão um dos grande protagonistas da 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, em um clássico que promete fortes emoções no estádio Mané Garrincha, em Brasília, às 19h (de Brasília).

Com o Vasco na zona de rebaixamento e o Flamengo se distanciando dos líderes do campeonato, os clubes precisam dos três pontos para se manterem vivos na busca de seus objetivos.

O Vasco se vê em uma situação em que todos temiam. Apesar de não jogar, o clube cruz-maltino foi parar na zona de rebaixamento por conta da vitória da Chapecoense sobre o Atlético Paranaense, na Arena Condá, em partida atrasada, válida pela 20ª do Brasileirão.

O Flamengo, se distanciando cada vez mais da primeira posição da competição, busca uma vitória para ainda almejar o título nacional. Com um dos melhores elencos do país, o time vem sofrendo com a falta de regularidade e está deixando pontos importantes escaparem.

Vasco vive drama da zona de rebaixamento

O Gigante da Colina vive momento complicado. Com grande pressão de sua torcida pelos baixo rendimento no torneio, o time necessita da vitória diante do Flamengo. Ainda sem vitórias no comando do Vasco, o treinador Alberto Valentim preferiu não revelar o time que irá a campo, mas declarou que a equipe sabe da importância do confronto para a sequência da temporada.

"Eu vejo com bons olhos, porque é um adversário muito forte, um grande rival nosso. Vamos enfrenta-los depois de termos tido alguns dias de treino. Estamos procurando aproveitar ao máximo possível. Semana está sendo muito positiva. Os jogadores procurando assimilar rapidamente o que temos de ideia para este jogo. Essa vinda para cá foi muito boa. Estamos treinando num campo bom para repetir coisas que estamos fazendo”, disse Valentim.

Sobre a questão dos desfalques, o comandante não deu detalhes de qual seria o time que começaria o jogo e ainda falou sobre a volta de alguns desfalques da rodada passada como Castan, Giovanni Augusto e Rafael Galhardo. Valentim ainda falou sobre o protesto e presença  da torcida nos treinamentos e afirmou sobre a importância do apoio deles sobre o elenco e de como a força deles é um fator a mais para elevar a moral dos jogadores.

"Não costumo falar dos jogadores que não estão disponíveis. Nenhuma vez que fui treinador. Procuro aproveitar o máximo os jogadores que estão com a gente. Estamos ganhando alguns jogadores que vieram. Foi muito positivo porque vieram para nos apoiar, para fazer com que nós tenhamos a certeza de que eles estarão do nosso lado", finalizou o treinador.

 + Confira ofertas de nosso parceiro Futfanatics

Flamengo busca reduzir distância do topo da tabela e recuperar confiança para sequência da temporada

O time rubro-negro, apesar de estar na parte de cima da tabela, se encontra em momento difícil também. Em um ano onde o time e os torcedores, principalmente, desejavam títulos pela força do elenco, o elenco não vem tendo o desempenho esperado. O capitão Réver declarou que sabe que o momento e de pressão para os dos times, mas que o Flamengo não deve se preocupar com os problemas do seu adversário, somente focar em conseguir o resultado para sua equipe.

"O momento do lado de lá pode não ser tão bom pelo resultado de ontem, mas não temos nada a ver com isso. Cada time tem a sua preocupação. Buscaremos a vitória a todo momento e não será diferente. O clássico não tem favorito. É 50% para cada um, independentemente da situação", disse.

O defensor ainda falou sobre como o clássico não há favoritos pela grande rivalidade entre as duas equipes. Com grande história envolvida, o jogador acredita que será um jogo bastante pegado, mas prega para que o confronto tenha mais demonstração de um belo futebol do que propagação de violência dentro e fora de campo.

"Clássico é um divisor de águas. Muitos já dizem que o Flamengo não brigam por títulos e as pessoas estão confusas quanto a isso. Temos que melhorar, evoluir, e vamos buscar a vitória para alcançar nosso objetivo. Acredito que vá ser um clássico muito truncado. Não tem como fugir disso. Mas sem violência, todos nós pregamos a paz no futebol.", declarou o capitão.