Bahia tenta quebrar tabu histórico contra Chapecoense
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Bahia tenta quebrar tabu histórico contra Chapecoense

Tricolor, em cinco jogos, não venceu nenhuma vez os catarinenses

gustavomilioli
Gustavo Milioli

O confronto direto deste domingo (4) entre Bahia e Chapecoense, que se enfrentam no Campeonato Brasileiro, às 19h (horário de Brasília), traz um tabu expressivo. No ainda jovem retrospecto entre as equipes, o Tricolor de Aço jamais venceu. Em cinco partidas disputadas desde 2014 - ano em que o Verdão chegou à Série A -, foram três derrotas baianas e dois empates.

O Bahia, porém, chega nesta reta final de campeonato em situação mais confortável na tabela. Com 37 pontos, é o 13º colocado, com três pontos de vantagem em relação ao time que abre a zona de rebaixamento, o próprio adversário de domingo. A Chapecoense, que vem de vitória sobre o América-MG, tem a chance de deixar o Z-4 em caso de novo resultado positivo.

Após eliminação, Bahia tem foco total no Brasileiro

O técnico Enderson Moreira admitiu a possibilidade de poupar alguns titulares devido ao desgaste do elenco em ter de disputar a Copa Sul-Americana e o Brasileirão simultaneamente. Porém, ainda ameaçado pelo rebaixamento, a tendência é de que o treinador escale força total contra a Chape.

O camisa nove Gilberto segue entregue ao departamento médico e é desfalque certo na equipe. Com isso, Edgar Junio, novamente, inicia o jogo. Na zaga, Jackson deve retornar e formar dupla com Lucas Fonseca. Ele disputa preferência com Grolli, que marcou o gol Tricolor na eliminação para o Atlético-PR e vive a expectativa de enfrentar seu ex-clube.

Jackson, que ficou por mais de um ano sem jogar devido à uma grave lesão no joelho, tenta recuperar sua vaga na titularidade. O defensor comentou sobre sua volta a rotina do futebol.

"Agora já estou bem adaptado, acostumado. Estava sentindo muito a falta disso, concentração, viagem. Era o que eu queria, estar de volta, poder ajudar os meus companheiros. Graças a Deus voltei e, se Deus quiser, terminar o Brasileiro bem", disse.

Ainda em busca de primeira vitória fora no Brasileiro, Chape deve manter formação

Mesmo com Claudinei Oliveira testando mudanças na escalação, como uma formação com três zagueiros e três atacantes, o mais provável é que a Chapecoense repita o mesmo time da rodada passada. O Verdão tentará o seu primeiro triunfo longe de Chapecó na competição.

Wellington Paulista, reintegrado por Claudinei e que marcou o gol da vitória no último jogo, deve continuar no banco. No último treino antes da viagem, o treinador chegou a experimentar ele e Leandro Pereira juntos no ataque para ver a resposta, mas o indício é de que não passou de um teste.

"Quando cheguei, eu falei que temos que achar uma equipe e apostar nessa equipe. Não dá tempo de fazer experiência, entendemos que tem muitos atletas de qualidade no elenco, com chance de serem titulares, mas a médio e longo prazo. Para curto prazo, temos que apostar na base da equipe. Fazer mudanças pontuais. Não desconfigurar a equipe", afirmou o comandante.

VAVEL Logo

Esporte Clube Bahia Notícias

há 8 dias
há 8 dias
há 14 dias
há 17 dias
há 17 dias
há 17 dias
há 18 dias
há 25 dias
há 16 dias
há um mês
há um mês