Alexandre Faria exalta Lucas Santos após assédio do CSKA: “É uma joia”
(Foto: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama)

Alexandre Faria exalta Lucas Santos após assédio do CSKA: “É uma joia”

Diretor de futebol esclareceu fatos que ocasionaram na permanência do meia no Vasco

yannrodrigues
Yann Rodrigues

Tudo parecia certo para ida de Lucas Santos à Rússia na última quarta-feira (20), mas nesta quinta (21) uma reunião entre Vasco e CSKA Moscou definiu a permanência do meia em São Januário. 

O diretor de futebol do Cruzmaltino, Alexandre Faria, concedeu coletiva à imprensa em São Januário e expôs o que levou o clube a recusar a proposta dos russos pela principal revelação da Colina na última Copa São Paulo. 

“Diante da nossa transparência, viemos aqui para falar que recebemos uma proposta pelo Lucas antes da Copinha. Depois, durante a Copinha, recebemos outra que também não foi aceita. Na sexta (15), recebemos um representante do CSKA com valores maiores. A negociação foi iniciada. Mas não chegaram nos números que o Vasco entende que fariam sentido e mantivemos o atleta. Entendemos que é uma joia”

Também foi destacado pelo dirigente a resistência do Alvinegro ao assédio do CSKA e o apreço de Alexandre Campello pelos jogadores da base: “A política do presidente Alexandre Campello é valorizar as categorias de base. Renovamos com vários jogadores. Entendemos que o Lucas é um atleta muito importante nesse processo. Estamos muito satisfeitos por termos resistido”

Trechos da coletiva: 

Profissionalismo do empresário de Lucas 

Queria destacar o profissionalismo do Fabiano Farah, empresário do jogador, que não usou em momento nenhum o profissionalismo do atleta. O que nos agradou foi a vontade do Lucas de fazer história.

Impasse na negociação

Quando existe uma negociação, são vários interesses. É o interesse em fazer caixa, o do atleta em ter um novo momento na carreira, é o de quem compra. E na negociação do Lucas esses interesses existem. O Vasco queria manter um percentual grande e isso foi dificultado. 

Vontade de Lucas Santos

Sentíamos nele um sentimento meio que me dúvida. Ao mesmo momento que era uma oportunidade boa de ganhar dinheiro, sabíamos que tinha um sentimento de não fazer história no time profissional no Vasco. Estamos muito felizes.

União do grupo

O Vasco, hoje, tem parceiros muito fortes. E os grandes parceiros eu quero aqui ressaltar são os atletas do elenco profissional. Poucas vezes vi um grupo tão comprometido com o grupo. Tem jogadores no elenco profissional que são os grandes parceiros do Vasco.

Agradecimento ao Sócio Gigante

Queria também agradecer aqui o torcedor vascaíno, que tem abraçado o projeto do sócio torcedor, o Sócio Gigante. Vou dizer também que isso pesou na decisão. Essa possibilidade de contar com o torcedor cada vez mais no dia a dia do clube.

VAVEL Logo