Morreu, mas passa bem: Chapecoense vira contra Mixto-MT no fim e avança na Copa do Brasil
Foto: Márcio Cunha/Chapecoense

Morreu, mas passa bem: Chapecoense vira contra Mixto-MT no fim e avança na Copa do Brasil

Em jogo emocionante decidido no final, Chape contou com gols de Perotti e Everaldo para vencer por 2 a 1 em Cuiabá

jullianapaulino
Julliana Paulino

Em jogo equilibrado, emocionante e decidido nos minutos finais, a Chapecoense derrota o Mixto por 2 a 1 fora de casa pela Copa do Brasil e se garantiu na terceira fase da competição. Na noite desta quarta-feira (6), na Arena Pantanal, William Amendoim abriu o placar, mas Perotti e Everaldo garantiram a classificação catarinense.

Quem começou o primeiro tempo melhor foi o time visitante, que logo nos minutos iniciais levou perigo em jogada de Everaldo e Victor Andrade. O camisa 11 passou da bola, mas tentou cabecear e errou a meta adversária. 

No minuto seguinte, Victor sofreu um pisão na perna direita, recebeu atendimento médico e precisou ser substituído após apenas dois minutos em campo. Quem entrou no lugar foi Lourency, também atacante. 

No decorrer da partida, a equipe da casa insistiu nas jogadas aéreas, mas a zaga da Chape não deixou passar. A melhor chegada do Mixto foi aos 16 minutos, quando Dinélson chutou de fora da área, mas a bola foi para o meio do gol e facilitou a defesa de João Ricardo

Em outra oportunidade, poucos minutos depois, a equipe do Mato Grosso contou com William Amendoim disparando no contra-ataque, ele tinha a opção de passe, mas demorou a passar a bola e foi desarmado.

Quase aos 30 minutos de jogo, Campanharo e Lucas Coutinho chocam as cabeças em uma disputa de bola e ficaram caídos. O atleta da Chapecoense recebeu quatro pontos na nuca e seguiu no jogo sem a touca. 

O time da casa teve melhores oportunidades na primeira etapa e a Chape contou com defesas do goleiro João Ricardo e o placar nos primeiros 45 minutos encerrou zerado. 

No segundo tempo a partida começou equilibrada, mas após o ritmo acelerado o Mixto começou a atacar menos, e a equipe visitante aproveitou a brecha do adversário e começou a se tornar mas ofensiva. 

Em quatro minutos o time catarinense teve grandes oportunidades. Aos 11, Everaldo cabeceou para fora em boa grande. Nos 14, Lourency apareceu livre de marcação e cabeceou a bola na trave. Aos 15 minutos, Lourency novamente na área, mas mandou pra fora. 

Apostando no cansaço físico do adversário, o técnico alviverde Claudinei Oliveira colocou em campo jogadores ofensivos, retirando o principal volante, Márcio Araújo, para a entrada de Augusto. Além da saída de Renato, para a entrada do atacante Perotti. 

Mas o Mixto surpreendeu aos 30 minutos, quando Leandrinho cruzou para William Amendoim dentro da área, que saiu da marcação de Luiz Otávio e cabeceou pra dentro do gol, sem chances para João Ricardo e abrindo o placar. 

A Chapecoense buscou o empate nos 15 minutos finais do tempo normal, mas o time alviverde só conseguiu o primeiro gol aos 45 minutos. Eduardo cruzou de direita, Perotti antecipou e desviou de cabeça: 1 a 1.

E não parou por aí. Apenas dois minutos depois, o centroavante da equipe catarinense decidiu o jogo para o time visitante. Lourency saiu da marcação e mandou para Everaldo, que dominou e chutou pelo meio das pernas do goleiro.

O jogo encerrou com o placar de 2 a 1 para a Chapecoense, que se garante na terceira fase da Copa do Brasil. O próximo desafio da equipe na competição é contra o Criciúma, datas e horários ainda serão definidos. 

VAVEL Logo