Rogério Ceni reclama de postura da
arbitragem e critica expulsão de Osvaldo em derrota para Grêmio
Foto: Eslin Sousa / Fortaleza EC

O técnico Rogério Ceni concedeu entrevista após a derrota do Fortaleza para o Grêmio por 1 a 0, fora de casa. O treinador, que viu o atacante Osvaldo ser expulso após lance revisado pelo VAR, afirmou que há um complexo de inferioridade de quem apita os jogos da equipe.

Jogamos oito partidas, em duas delas foi assim. Pênalti claro contra o Botafogo. Encontramos toda a comissão do VAR no aeroporto depois, todos dentro da sala do VAR afirmaram que foi pênalti. O árbitro não viu nada. Hoje, muito duvidoso (expulsar o Osvaldo). Talvez hoje a gente (do próprio clube) não traga o sentimento de inferioridade que às vezes no passado se tinha. Mas talvez o cara que vai no centro do campo (árbitro) ainda veja diferença” disse.

Talvez a inferioridade seja vista pela arbitragem. Hoje a gente não liga mais para quem joga contra. Fizemos um jogo parelho contra um grande. Quando o homem que fica no meio (árbitro) pende para um lado, é praticamente impossível vencer uma partida” completou o treinador.

Rogério Ceni afirmou que o atacante fará falta no próximo compromisso do Fortaleza, contra o Cruzeiro, em casa. E lamentou o elenco não ser muito grande.

Lamentavelmente, com a expulsão, ficar com um jogador a menos pesa muito. Estamos viajando há 12 dias. A gente perde uma substituição para o jogo contra o Cruzeiro. Não tenho um elenco grande. Isso faz muita falta” finalizou.

O Fortaleza recebe o Cruzeiro na próxima quarta-feira (12), no Castelão, às 21h. A partida é válida pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe ocupa a 16ª posição, com sete pontos.

VAVEL Logo