Com novidade e dúvidas na escalação, Brasil enfrenta Venezuela na Fonte Nova
(Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

Nesta terça-feira (18), pela segunda rodada da Copa América, o Brasil recebe a Venezuela, na Arena Fonte Nova, em Salvador. A partida dará início às 21h30, válida pelo Grupo A. Na tabela, os brasileiros estão isolados na primeira posição com os três pontos conquistados diante da Bolívia, na última sexta-feira (15). Já os venezuelanos vêm de um empate contra o Peru, e se encontram na terceira posição da chave.

De olho na classificação

É assim que o Brasil vai entrar em campo: se vencer, vai aos seis pontos e elimina qualquer chance de desclassificação para o mata-mata. Por sua vez, a Venezuela vai precisar suar a camisa para arrancar, pelo menos, um empate na partida, além de torcer para o Peru não ganhar da Bolívia. Caso vença o confronto e os peruanos não somem os três pontos, a seleção assume a liderança do Grupo A.

Arthur de volta (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)
Arthur de volta (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

No último treino antes da partida, o técnico Tite confirmou a volta de Arthur ao time titular. O meia chegou a até ser cogitado na lista de cortes da seleção, mas recuperou-se da lesão rapidamente e está à disposição do treinador. Com isso, Fernandinho deve voltar para o banco de reservas, ficando como opção para o decorrer do jogo. Sobre a escalação oficial, Tite preferiu não confirmar.

''A escalação passa pela base da equipe que vocês sabem, mas não quero confirmar. Tem o outro lado, então não quero confirmar. O sentido maior não é omitir, o sentido é não dar oportunidade de o adversário saber o estilo. Vai jogar Fernandinho ou Arthur? Vai jogar Neres ou Cebolinha? Só não queremos facilitar o trabalho do outro lado'', disse o treinador brasileiro.

PROVÁVEL ESCALAÇÃO DO BRASIL: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís; Casemiro, Arthur (Fernandinho) e Coutinho; David Neres (Éverton Cebolinha), Firmino e Richarlison. Técnico: Tite

Venezuela em busca do sonho

No total, são 24 partidas entre Venezuela e Brasil, com 21 vitórias para o lado brasileiro, dois empates e apenas uma vitória dos venezuelanos. A única vitória da seleção foi no ano de 2008, em um amistoso nos Estados Unidos, aplicando 2 a 0.

Dudamel otimista (Foto: Reprodução / FVF)
Dudamel otimista (Foto: Reprodução / FVF)

Para o jogo, o técnico Rafael Dudamel tem um desfalque na lateral-esquerda. Se trata do jogador Mago, que acabou sendo expulso no empate com o Peru, na primeira rodada. Na coletiva às vésperas do jogo, Dudamel ressaltou o favoritismo do Brasil e cobrou atenção total dos jogadores.

''Sabemos que precisamos fazer um jogo perfeito coletivamente para ganhar do Brasil. Não serve de nada ter só cinco jogadores com bom rendimento, sem margem de erro. Vamos precisar de adrenalina e competência para poder atacar. O Brasil tem a obrigação e nós, o sonho'', afirmou o treinador.

PROVÁVEL ESCALAÇÃO DA VENEZUELA: Fariñez; Rosales, Chancellor, Villanueva e Hernández; Moreno, Herrera, Rincón, Murillo e Savariano; Rondón. Técnico: Rafael Dudamel.

Arbitragem

Um quarteto chileno comanda o confronto. Julio Bascuñan apita, auxiliado por Christian Schiemann e Cláudio Rios. VAR: Roberto Tobar.

VAVEL Logo