5 a 4 para o Athletico-PR nos pênaltis.
Grêmio não segura vantagem, e Athletico-PR se garante na final da Copa do Brasil
Foto: Divulgação/Athletico-PR

Grêmio não segura vantagem, e Athletico-PR se garante na final da Copa do Brasil

O Rubro-Negro fez 2 a 0 nos gaúchos e teve aproveitamento máximo nos pênaltis 

jullianapaulino
Julliana Paulino

Entrando em campo com dois gols de vantagem, o Grêmio parecia tranquilo para o jogo desta quarta-feira (04), mas os donos da casa estavam com sede de vitória. Na Arena da Baixada, o Athletico-PR comandou o jogo e garantiu a vaga na final da Copa do Brasil com gols de Nikão e Marco Ruben no tempo normal e obteve um aproveitamento perfeito nos pênaltis. 

Tenso! A decisão já esquentou antes mesmo dos cinco minutos iniciais da partida. O Grêmio trabalhava a bola e buscava chegar sem pressa ao gol adversário, e após conseguir dois escanteios consecutivos, a equipe tricolor já incendiou a partida. Na nova cobrança, Geromel sobe para cabecear e a bola bate no braço de Welligton, volante do rubro-negro: VAR foi acionado e, após análise, o árbitro mandou seguir o jogo.

O lance polêmico esquentou ainda mais o duelo e o Athletico não demorou muito para balançar as redes. O rubro-negro aproveitou, aos 16 minutos, a ausência do lateral-direito, Leonardo, que sentiu em uma dividida no lance anterior e estava fora de campo, para avançar pelo lado. Rony cruzou para o meia Bruno Guimarães, que carimbou o travessão tricolor, mas Nikão estava esperto no lance e mandou direto para o gol.

O gol salvador

O Furacão até assustou o Grêmio no restante da primeira etapa, mas só balançou as redes novamente no início do segundo tempo. Quando Rony dominou a bola pelo lado esquerdo e encaixou um passe para Marco Ruben, que se livrou de Geromel e mandou a bola pro fundo do gol, fazendo o placar ampliar para 2 a 0 para o time da casa. 

Aos 14 minutos, Kannemann recebeu o cartão vermelho direto após carrinho forte para parar a arrancada de Léo Cittadini. Sem o zagueiro, Renato Gaúcho, técnico da equipe tricolor, precisou substituir o atacante André pelo defensor David Braz na zaga. O zagueiro que estava a poucos minutos em campo desviou a bola para o fundo das redes e marcou o primeiro do Grêmio, mas estava em posição de impedimento e o gol foi anulado. 

Ainda antes do apito final, o goleiro Santos salvou os donos da casa após desvio de Marco Ruben no chute de David Braz, a bola quase  balançou as redes em um gol contra do camisa 9. Apesar da pressão de ambos os times na etapa final, o placar continuou com 2 a 0 e a partida foi decidida nas penalidades máximas. 

Com total aproveitamento nos pênaltis para os donos da casa, a vitória foi decretada quando o goleiro Santos agarrou a bola chutada pelo garoto Pepê, do Grêmio. Com vaga garantida na final, o Athletico agora aguarda o vencedor entre Internacional e Cruzeiro para descobrir quem será seu adversário. O jogo acontece ainda hoje (04), às 21h30. 

VAVEL Logo
CHAT