VAVEL Entrevista: Quintero não poupa elogios a Ceni e comenta fase do Fortaleza
Divulgação / Fortaleza

Contratado nesta temporada para reforçar a defesa do Fortaleza, o zagueiro colombiano Juan Quintero têm passagens pelo Deportivo Cali (COL) e pela Seleção Colombiana. O atleta, de 24 anos, jogou na base do time nacional e chegou a disputar os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016. 

Em entrevista exclusiva à VAVEL Brasil, Juan elogiou bastante o  trabalho feito por Rogério Ceni no Fortaleza e comparou o desempenho da equipe antes, durante e depois da saída do treinador. Vale lembrar que o ex-goleiro comandou o time na Série B, onde foi campeão, treinou durante um boa parte da Série A, transferiu-se para o Cruzeiro e pouco tempo depois voltou ao clube cearense. Durante esse tempo que ele esteve na equipe mineira, o técnico Zé Ricardo trabalhou no seu lugar.

"Nos adaptamos rapidamente (ao longo desse período de trocas) porque era um sistema já definido pelo Rogério e mantemos a mesma base  durante o período com o Zé Ricardo. O rendimento se manteve. O trabalho do Rogério é sensacional. Ele conhece muito bem todo o grupo e sabe tirar o máximo de cada jogador. Ele pode alterar a equipe e mesmo assim conseguimos manter o mesmo padrão", elogiou Quintero.

Lutando contra o rebaixamento e buscando uma classificação para a Sul-Americana, o Tricolor do Pici está na 12ª posição, com 31 pontos. Sendo assim, a equipe tem uma diferença de 3 pontos para a zona de rebaixamento e 4 pontos para chegar na área de classificação para o torneio continental. Na opinião do jogador, a principal meta é continuar na elite do Campeonato Brasileiro e avalia as recentes atuações do time como positivas.

"O nosso objetivo inicial é manter a nossa equipe na Série A e, depois disso, pensar em algo maior. Temos um grande grupo. A torcida é fundamental. Eles sempre nos apoiam e estão sempre presentes. É a nossa maior força dentro de casa. Se mantermos esse nível de atuação e melhorarmos poucas coisas, com certeza, teremos um fim de campeonato muito positivo e deixaremos o Fortaleza onde merece estar. No Brasileirão, todos os jogos são difíceis. Passamos por dois jogos com duas das melhores equipes do Brasil; o Grêmio e Flamengo. Fomos muito bem contra os dois. Teremos outros confrontos muito difíceis, mas estaremos prontos para jogar de igual para igual com todos", pontuou Juan Quintero.

VAVEL Logo