Com Barcelona campeão, Federação Espanhola encerra liga feminina
Foto: Reprodução/ FC Barcelona

A temporada 2019/2020 da La Liga feminina está encerrada. Segundo a Real Federação Espanhola de Futebol - RFEF - o título será dado ao Barcelona, e o critério de classificação para ligas europeias será mantido. Ainda de acordo com a decisão, não haverá rebaixamento, sendo assim, na próxima temporada serão 18 clubes, ao invés de 16.

Após 21 rodadas, menos para a Real Sociedad e Deportivo La Coruña, que ainda não haviam jogado, a La Liga feminina acaba restando ao menos 9 partidas, conforme o calendário original. Com 59 pontos e 19 vitórias em 21 jogos, o Barcelona é o vencedor da edição, em um recorde de invencibilidade no campeonato e um saldo de gols em 80 pró.

As duas equipes que seriam rebaixadas na tabela, RCD Espanyol e o Valencia, se salvam do decenso e terão o Eibar, campeão da segunda divisão, e a última vaga será decidida entre Athletic Club Bilbao B e Santa Teresa. A equipe feminina do País Basco já tem um time principal na elite, portanto o destino mais provável será a da segunda equipe, mas a confirmação será realizada na sexta-feira (8) em reunião da RFEF.

Junto do Barcelona, o Atletico Madrid, vice-campeão, irá à UEFA Champions League Woman. As Colchoneras terminaram a liga com 50 pontos, 15 vitórias e 43 gols marcados. As principais destaques são de Jenni Hermoso, do Barça, com 23 gols anotados, Asisat Oshola, também da equipe Catalã, com 20 marcados, e Oriana Altuve, do Rayo Vallecano, com 13 gols. A líder de assistências é a norueguesa Grahan Hansen, do Barcelona, com 9 passes.

VAVEL Logo