Thiago Larghi destaca importância de fuga da lanterna após derrota do Goiás para Sport
Foto: Anderson Stevens / Sport Club do Recife

Com apenas uma vitória em seis jogos, o Goiás vive uma crise que já derrubou o técnico Ney Franco e conduziu a equipe à última posição no Campeonato Brasileiro. Neste domingo (6), o Esmeraldino perdeu para o Sport por 2 a 1, fora de casa, na oitava rodada da competição.

"Não tem pressão nenhuma, nenhum medo que mexa comigo. Estou aqui para entregar um grande trabalho para o Goiás e acredito nisso, mas isso não se faz da noite para o dia, padrão, identidade, montagem de elenco. Temos dois jogos a menos, mas precisamos pontuar. A corrida contra o tempo não tem outra fórmula. A realidade é essa: tentar reforçar o elenco para que nas próximas rodadas a gente comece a colher os frutos", comentou o técnico Thiago Larghi após o revés.

O Goiás é um dos clubes mais afetados pela pandemia da Covid-19. O clube ficou cinco meses sem jogar porque o Campeonato Goiano parou em março e só volta em janeiro. Para piorar, às vésperas da estreia no Brasileirão houve um surto do novo coronavírus no elenco e a equipe teve dois jogos adiados.

Dentro de campo o resultado não veio e a diretoria demitiu o técnico Ney Franco. O clube contratou Thiago Larghi em 24 de agosto e desde então foram três derrotas consecutivas - Vasco, pela Copa do Brasil, Corinthians e Goiás no Brasileirão. Ele chegou pedindo reforços mas recebeu até agora apenas o lateral-direito Edílson, ex-Cruzeiro e Grêmio, que ainda não estreou.

"Infelizmente não estamos conseguindo vencer as partidas. Esse período de avaliação é de muito trabalho. A gente precisa conhecer melhor os jogadores para dar mais sentido coletivo, acho que falta bastante isso. Acredito que vamos conseguir com o empenho da diretoria e dos jogadores que já estão aqui. Vamos tentar entregar o melhor para o clube. Esperamos fazer essa união, a coisa vai ficando mais urgente, o campeonato vai andando", concluiu Thiago Larghi.

O Coritiba é o próximo adversário do Goiás. O alviverde paranaense está em 14º lugar, com oito pontos, e também já trocou de técnico neste campeonato. Atualmente a equipe é comandada por Jorginho e na última rodada sofreu uma derrota de 1 a 0 para o Atlético-MG. O jogo acontece na quarta-feira (9), às 18h, em Goiânia.

VAVEL Logo