Após eliminação da Copa do Brasil, Brigatti classifica atuação da Ponte Preta como desastrosa
Foto: Divulgação/Ponte Preta

Mais uma vez a atuação da Ponte Preta no primeiro tempo diante do América-MG, no Estádio Independência, pelo jogo de volta da Copa do Brasil foi alvo de críticas do técnico João Brigatti. No empate em 2 a 2 na semana passada, pelo jogo de ida, o treinador disse que a equipe tinha "comido uma feijoada" antes de entrar em campo, desta vez Brigatti classificou "desastrosa".

O time campineiro foi dominado durante toda a parte do jogo e com a derrota por 3 a 1 se despede da Copa do Brasil. Brigatti classificou a partida desta terça-feira (22), como a "pior atuação" do time sob o seu comando.

"Foi uma partida totalmente abaixo, principalmente no primeiro tempo. A Ponte foi envolvida, se perdeu na marcação do meio de campo, e o América-MG teve facilidade para propor o jogo. Foi uma atuação desastrosa, principalmente no primeiro tempo. O desgaste do dia a dia e a falta de treinamento iam refletir em algum momento, refletiu hoje. Foi a pior atuação que a Ponte fez sob o meu comando, principalmente no primeiro tempo", disse.

Ao ser questionado sobre a responsabilidade sobre o resultado e consequentemente a eliminação, Brigatti assumiu a culpa e evitou expor questões individuais dos jogadores, mas garantiu que a cobrança interna irá acontecer pelo desempenho do time no Estádio Independência.

"Eu não seria covarde de expor meus atletas publicamente. Eu cobro demais no dia a dia, e sempre procurou enaltecer meu elenco. Eu sou o comandante, eu sou o culpado. Eu que escalo. Falta treinamento, falta tempo. Jamais vou cobrar publicamente. Nas vitórias é fácil bater no peito. Na derrota, todos perdemos também. A cobrança vai ser interna, pode ter certeza", completou.

Agora a Macaca volta as suas forças a disputa do Campeonato Brasileiro Série B, onde soma 18 pontos e ocupa a terceira posição na tabela. Brigatti falou sobre "tirar lições" da eliminação para dar sequência a competição.

"É uma atuação que tem de apagar, mas tirar lições em cima da derrota para não interferir na Série B. Temos de manter a cabeça erguida, saber que nada deu certo hoje, mas tirar lições para domingo já", finalizou.

A Ponte Preta volta a campo no domingo (27), contra o Confiança, às 20h30, no Majestoso, pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo