Pachequinho exalta primeiro tempo do Coritiba após derrota 
Pachequinho em Coritiba 1 a 2 Bahia (Coritiba FC/Divulgação)

O Coritiba segue na zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro 2020. Na 21ª rodada do campeonato, jogando no Couto Pereira, o Coxa deixou a vitória escapar contra o Bahia. De virada, os paranaenses foram vencidos por 1 a 0 nos próprios. Técnico interino alviverde desde a demissão de Jorginho, há quatro rodadas, Eriélton Carlos Pacheco, popularmente conhecido como Pachequinho, acredita que o resultado, ao menos nesta segunda-feira (16), poderia ser diferente.

Em entrevista coletiva após a partida no Couto Pereira, Pachequinho destacou que o começo da partida foi muito boa do time comandado por ele. "Iniciamos muito bem o jogo, pressionando e acabamos fazendo o gol em uma jogada trabalhada. Logo depois, tivemos a oportunidade de fazer o segundo gol, que foi anulado, o que foi um divisor de águas para a nossa equipe. A partir do momento que a nossa equipe toma o gol de empate, começa recuar demais e deixa o jogo muito fácil para o Bahia trabalhar a bola. Controlamos o jogo, tivemos a posse de bola, continuamos tentando, fizemos alterações, colocamos dois atacantes de frente, o Pablo também para fazer essa função e o Muniz. Adiantei um pouco mais o Giovanni e o Muniz na frente, para ficar com mais um homem na área. O adversário principalmente no segundo tempo, fechou bem essa bola por dentro e infelizmente hoje a gente não teve um dia feliz", resignou-se o treinador do Coritiba, que segue à frente da equipe enquanto Rodrigo Santana se recupera do coronavírus.

Gol anulado

Sem falar de maneira clara, o interino também deu a entender que discorda da anulação do gol marcado por um dos atacantes do Coxa, já aos 35 minutos do segundo tempo. "Esse gol anulado e da forma que foi anulado, em uma falta em Neílton e o VAR achou uma mão na bola (...) foi um banho de água fria, principalmente no momento que a gente vinha na partida, em um momento muito bom. A parte psicológica naquele momento foi fundamental. A partir do momento que toma o gol, a nossa equipe desconcentra e desestabiliza", finalizou Pachequinho.

VAVEL Logo