Com novidades no elenco, América-MG se reapresenta para início da temporada

Além da base campeã da Série B no ano passado, Rafael Moura, Matheus Sales e Aylon foram integrados ao elenco

Com novidades no elenco, América-MG se reapresenta para início da temporada
Foto: Mourão Panda/América-MG

Feliz Ano Novo! Foi dada a largada para a temporada 2018 no América-MG. Ano que marca, além do ingresso direto nas oitavas de final da Copa do Brasil, o retorno do Coelho à elite do futebol nacional. Na manhã desta quarta-feira (3), aconteceu a reapresentação dos atletas, além da integração dos recém-contratados Rafael Moura, Aylon e Matheus Sales, no CT Lanna Drumond.

As atividades desta quarta foram em dois períodos. Pela manhã, as tradicionais avaliações físicas e exames médicos de retorno, para saber há quantas anda a capacidade dos jogadores. Na parte da tarde, mais exames e o primeiro trabalho de campo, físico, além de rápidos toques na bola.

Animado para a temporada que se inicia, um dos destaques da Série B do ano passado, o lateral-direito Norberto, disse que a manutenção da base do elenco e do treinador Enderson Moreira, é um fator que ajuda e pode facilitar na busca pelos objetivos. "Sempre no começo do ano temos boas perspectivas, com a permanência de uma base, do treinador esperamos ter o diferencial do entrosamento e transformar isso em bons resultados nos campeonatos, portanto esperamos chegar bem nos campeonatos”, afirmou.

Marcos Salum, membro do Conselho de Administração e um dos homens fortes do América, declarou que a meta do Coelho é ficar na primeira divisão e que a estrutura do clube, da organização à execução, está bem feita. “O maior anseio da torcida do América é a manutenção na Série A e nós representamos a torcida do Clube. Em 2018, sinto a América mais preparado para a Série A. Vejo nossa organização, nosso projeto e o trabalho profissional sendo muito bem-feito. Permanecer na elite é nosso objetivo principal”, disse.

Sobre o elenco americano, Salum tem consciência da necessidade de reforços, sem deixar de reconhecer a qualidade dos atuais jogadores. “A princípio, é um elenco muito forte, porque tem a base de 2017 e alguns reforços pontuais. Trouxemos jogadores que vão agregar em relação aos que saíram. Ainda não temos a quantidade necessária para a temporada inteira, mas ao longo do primeiro semestre vamos completar o plantel”, declarou.