Rafael Lima pede atenção ao América contra Cruzeiro, mas avisa: "Temer de maneira alguma"

Zagueiro tem consciência da dificuldade do duelo, mas quer Coelho jogando de igual para igual no próximo domingo (4)

Rafael Lima pede atenção ao América contra Cruzeiro, mas avisa: "Temer de maneira alguma"
Foto: Mourão Panda/América-MG

No próximo domingo (4), Cruzeiro e América vão entrar em campo para disputar o primeiro clássico mineiro da temporada de 2018. Os times têm um encontro marcado no Mineirão, às 17h, pela quinta rodada do Estadual. Todo bom clássico é recheado de bons nomes, destaque, e este não será diferente. Em duelos como o do próximo domingo, o capitão pode ser considerado uma das peças mais importantes, e no lado alviverde o dono da braçadeira é Rafael Lima.

O zagueiro, de 31 anos, foi um dos destaques do time campeão da série B de 2017, fazendo parte da defesa menos vazada de toda a história do torneio. Ainda, marcou seis gols pelo clube, sendo um deles o do título. Conhecendo bem o Cruzeiro, Rafael Lima sabe que o América terá dificuldades no domingo.

"Principalmente se tratando de um clássico onde tem jogadores dos dois lados com muita qualidade técnica, temos que procurar errar o menos possível. Todo lance será determinante. Nós temos que estar realmente atentos os 90 minutos mais os acréscimos para que a gente possa fazer um jogo realmente equilibrado, e as situações que nós criarmos de gol, temos que procurar ser decisivos para que a gente consiga um bom resultado", apontou o capitão.

Rafael chegou ao América em janeiro de 2017 e enfrentou a equipe celeste em três oportunidades: duas derrotas e um empate. Apesar de ser um jogador experiente, o capitão americano terá ao seu lado atletas estreantes em clássicos mineiros, como por exemplo companheiros defensivos, o goleiro Glauco e o lateral Carlinhos.

"Apesar de muitos jogadores serem estreantes em clássico mineiro, todos tem sua história no futebol. Nós todos temos alguma experiência, alguns mais, outros menos, mas todos estamos buscando algo no futebol, e sem dúvida nenhuma, se você consegue fazer um jogo bom, de igual pra igual e consegue o resultado, com certeza a visibilidade é outra", afirmou.

O jogo no Mineirão promete um grande público. Mais de 40 mil torcedores já garantiram entradas para o clássico, e a expectativa chega na casa dos 60 mil. Apesar de clima favorável à Raposa, mandante do jogo, Rafael indicou que o América tem que ser destemido no Gigante da Pampulha.

Clássico de domingo vai bater recorde de público entre Cruzeiro e América-MG no "novo Mineirão"

"Com todo respeito ao Cruzeiro, temos que procurar fazer um grande jogo mas, de maneira nenhuma, temer o Cruzeiro. Sabemos que tem grandes atletas lá, um grande treinador, uma grande comissão técnica, mas nós também temos tudo isso e podemos com certeza fazer um grande jogo no Mineirão", completou Rafael.