No retorno de Guto Ferreira ao Bahia, Tricolor é derrotado pelo Botafogo-PB

Atual campeão do torneio regional foi surpreendido em casa na estreia pelo time paraibano

No retorno de Guto Ferreira ao Bahia, Tricolor é derrotado pelo Botafogo-PB
Botafogo-PB surpreendeu e venceu o atual campeão por 1 a 0 e levou os três pontos para João Pessoa (Foto: Divulgação EC Bahia)
Bahia
0 1
Botafogo-PB
Bahia: Douglas Friedrich; João Pedro, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Edson (Elton), Nilton (Vinícius), Élber (Hernane), Régis e Zé Rafael; Edigar Junio.
Botafogo-PB: Edson; Felipe Cordeiro, Lula, Gladstone e Fábio Alves; Rafael Jataí, Allan Dias, Humberto (Mazinho) e Carlos Renato (Netinho); Dico (Marlon) e Nando.
Placar: Allan Dias (BOT) 5' 1T
ÁRBITRO: Léo Simão Holanda (CE); Assistentes: Samuel Oliveira da Costa (CE) e Renan Aguiar da Costa (CE)
INCIDENCIAS: Partida válida pela primeira rodada da Copa do Nordeste 2018, disputada na Arena Fonte Nova, em Salvador/BA

Na primeira partida de 2018, o torcedor do Tricolor de Aço não teve muito o que comemorar. Jogando em casa na estreia da Copa do Nordeste, o Bahia recebeu o Botafogo-PB e acabou derrotado por 1 a 0, com gol de Allan Dias.

O resultado é mais uma surpresa nessa primeira rodada da competição regional, que não teve nenhum mandante vencedor na abertura do campeonato. Foram três empates e cinco vitórias dos visitantes.

Botafogo-PB aproveita e sai na frente

Começando o jogo mais ligado, o Botafogo-PB abriu o placar logo no começo da partida. Aos 5 minutos, Lucas Fonseca se enrolou com a bola e acabou deixando Allan Dias livre para bater forte, sem chances para o goleiro Douglas, fazendo 1 a 0 para os visitantes.

Depois de sofrer o gol, o Bahia foi para cima e teve um pênalti a seu favor. Na cobrança, Edigar Junio chutou mal e viu o goleiro Edson fazer ótima defesa e evitar o empate do Tricolor.

O time da casa continuava tentando chegar ao empate, mas esbarrava na falta de ritmo e de entrosamento dos novos jogadores que chegaram para reforçar a equipe.

Bahia melhora, mas para no goleiro Edson

No segundo tempo, o Bahia voltou mais ligado na partida e buscou o empate logo nos primeiros minutos. Zé Rafael e Edigar Júnio foram mais ativos que na primeira etapa. O primeiro lance de perigo foi uma tabela da dupla, o atacante driblou o zagueiro e bateu perto do gol de Edson.

Com mais volume de jogo, o Bahia chegava com facilidade até o gol do adversário, mas pecava nas finalizações.

Élber perdeu ótima chance aos 18 minutos, depois de cruzamento de Léo, a bola acaba parando no pé de Edson que evitou o que seria o gol de empate. Aos 37 minutos, o meia Vinicius arriscou de longe e viu o goleiro Edson mais uma vez salvar o time da Paraíba.

Apostando nos contra-ataques, o Botafogo-PB esperava uma ligação direta do goleiro com os atacantes ou uma roubada de bola para decidir o jogo.

Aos 49 minutos, depois de uma pressão do Bahia, a bola sobrou para Mazinho, que limpou a marcação e bateu sem chances para o goleiro Douglas, mas para a sorte do time da casa, a bola acabou explodindo no travessão, evitando o que seria o gol para matar o jogo. O Bahia bem que tentou, mas acabou parando na boa defesa do time dirigido por Leston Júnior.