Wellington Paulista manifesta insatisfação contra arbitragem: "Juiz acabou com nosso sonho"

Atacante da Chapecoense lamenta eliminação e confusão da arbitragem pelo segundo jogo da Sul-Americana, contra o Flamengo

Wellington Paulista manifesta insatisfação contra arbitragem: "Juiz acabou com nosso sonho"
(Foto: Rafael Bressan/Chapecoense)

Jogo para esquecer. A Chapecoense foi derrotada por 4 a 0 pelo Flamengo, no jogo válido pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana, na noite dessa quarta-feira (20). O sonho do bicampeonato foi por "água abaixo" e, segundo o atacante do verdão do oeste, Wellington Paulista, um dos líderes do elenco, o árbitro, Michael Espinoza, contribuiu de várias formas para a eliminação da equipe, principalmente, no primeiro gol do clube rubro-negro carioca, em jogada polêmica, onde não se sabe se a bola bateu ou não realmente na cabeça do zagueiro e capitão, Douglas Grolli.

"Os caras colocam um árbitro que nunca ninguém viu apitando para complicar um jogo tão importante para a gente com apenas alguns minutos. O juiz levantou a bandeira, deu impedimento, e depois o bandeirinha abaixou e o árbitro fez o jogo seguir. A gente tinha chance, mas um juiz acabou com nosso sonho", disse o atacante.

A confirmação do gol, enfureceu os jogadores da chape, que foram de encontro ao árbitro assistente para reclamar mas o juiz peruano admitiu que assumiu a responsabilidade do lance, quando viu que a bola bateu na cabeça do zagueiro da Chapecoense, antes de cair nos pés do atacante do Flamengo, Paolo Guerrero. Porém, isso não adiantou e os jogadores e a comissão técnica do verdão continuaram indignados com o ocorrido, já que toda a zaga tinha parado no lance quando observaram a sinalização do bandeira, mas não a intervenção do árbitro.

(Foto: Rafael Bressan/Chapecoense)
(Foto: Rafael Bressan/Chapecoense)

O atacante da Chapecoense acredita que, depois deste gol, ficou difícil correr atrás do resultado, já que o ambiente e o placar já eram desfavoráveis. Agora, o jogador acredita que o foco já virou outro. O Campeonato Brasileiro.

"É complicado falar porque nós perdemos o jogo. O Flamengo, depois que fez 1 a 0, acabou controlando a maior parte. Agora é voltar para casa e pensar no Brasileiro. Como todo mundo sabe, inclusive nossa torcida, que nos apoia para que a gente continue na primeira divisão, este é o campeonato principal", finalizou Wellington Paulista.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, a chape recebe a Ponte Preta na Arena Condá. O verdão do oeste ocupa a 14° colocação do Campeonato Brasileiro. Caso vença, a Chapecoense pode chegar até a décima primeira colocação. Caso tenha um revés, pode entrar no Z-4.