Criciúma vence de virada no Arruda e mantém Santa Cruz próximo à degola

Tigre demonstra mais qualidade ofensiva, despacha e deixa Mais Querido em situação conturbada na Série B

Criciúma vence de virada no Arruda e mantém Santa Cruz próximo à degola
Foto: Rodrigo Baltar/Santa Cruz
Santa Cruz
1 2
Criciúma

Apesar de situações opostas na tabela, o momento ruim na Série B do Campeonato Brasileiro 2017 juntou Santa Cruz e Criciúma na noite desta terça-feira (8). No Arruda, em Recife, as equipes fizeram um jogo de tempos distintos e o Tigre venceu por 2 a 1, em duelo disputado na 20ª rodada, com gols marcados por Silvinho Alex MaranhãoAndré Luís descontou.

Com o resultado, os carvoeiros avançam à 6ª colocação e chegam a 29 pontos, se distanciando do meio da tabela e encostando parcialmente no G-4. Os corais, por outro lado, se complicam e ficam cinco partidas sem vencer e prosseguem na 16ª posição somando 23 pontos ganhos, mas com os rivais diretos da degola encostando na pontuação.

Os times voltam a atuar, pela 21ª rodada da Segundona, só na próxima semana. Os catarinenses vão enfrentar o Oeste no Heriberto Hülse na sexta-feira (18), às 20h30, enquanto que os pernambucanos visitarão o Guarani somente no sábado (19), às 16h30, no estádio Brinco de Ouro da Princesa.

Com novidades no time titular e retornando ao Arruda após duelos na Arena de Pernambuco, o Santa Cruz viu o Criciúma começar disposto e ir para cima antes até dos cinco minutos. Barreto deu passe para Kalil, que entrou na área e finalizou, mas Júlio César fez a defesa e impediu a abertura do placar.

Mantendo o equilíbrio na partida, as equipes pouco criaram, porém os donos da casa mostraram vontade de reagir e deram o primeiro susto. Avançando em liberdade pela esquerda, Bruno Paulo aproveitou bem o espaço cedido e bateu cruzado, com a bola saindo próxima à trave e levando perigo.

Após tanto persistir e seguir intenso no ataque, o Mais Querido ficou à frente no marcador. Em jogada iniciada pelo atacante Ricardo Bueno, o lateral-esquerdo estreante Yuri apareceu por trás da marcação e tocou no meio da área, tirando do alcance do goleiro. André Luís aproveitou e só teve o trabalho de estufar a rede. Depois, em cruzamento na área, Ricardo Bueno deu de calcanhar e exigiu boa defesa de Luiz.

Na segunda etapa, o Tigre voltou motivado e contou com a entrada do meia Alex Maranhão. Com apenas um minuto de bola rolando, Silvinho tabelou com o meio-campista, deixou bem a marcação para trás e deu bonito chute na saída de Júlio César, deixando tudo igual e frustrando o público no Arruda.

O confronto continuou bastante truncado e com os dois times visando intensidade no setor ofensivo para sair com a vitória e se recuperar no certame nacional. Explorando um descuido coral, os carvoeiros foram eficientes e sacramentaram o triunfo fora de casa, quando Erick Flores cruzou e Alex Maranhão, de voleio, mandou no canto, sem dar chances de defesa ao camisa 1 pernambucano.