Apesar de invicto, técnico Beto Campos reconhece que ainda não encontrou Criciúma ideal

Em quatro jogos no comando do Tigre, somou duas vitórias e dois empates

Apesar de invicto, técnico Beto Campos reconhece que ainda não encontrou Criciúma ideal
Próximo compromisso de Beto será na sexta (13), diante do Paraná | Foto: Fernando Ribeiro

Beto Campos foi anunciado como novo técnico do Criciúma em 19 de setembro e, de lá para cá, foram quatro jogos de invencibilidade. O treinador gaúcho acumula quatro partidas pelo time catarinense, somando duas vitórias e dois empates na Série B do Campeonato Brasileiro.

Nestes quatro jogos, Beto só não repetiu a escalação em uma partida, e a razão foi a suspensão do meia Alex Maranhão. Nos demais compromissos, mesmo time. Entretanto, apesar disso, o técnico reconhece que ainda não encontrou a formação ideal para o restante da temporada.

“Ainda falta. Não poderia, com quatro jogos e poucos dias de trabalho, achar uma equipe. Temos um grupo de jogadores de qualidade que estão esperando oportunidades e, dentro do que estamos vendo nos jogos, vamos procurar usar esses atletas também”, explicou Beto.

Contra o Paraná, na sexta (13), a partir das 20h30, na Vila Capanema, o expediente será repetido e o Tigre irá a campo com a mesma formação que derrotou o Londrina, no sábado (7), por 2 a 1 – e que foi utilizada na vitória sobre o CRB e no empate diante do Figueirense.

O treinador revelou que gosta de trabalhar desta maneira, mantendo a base sempre que possível e mexendo em uma ou outra peça em que for necessário. Beto considera a equipe num período crescente no segundo turno e conquistando vitórias importantes. No momento, o Criciúma ocupa a 8ª colocação, com 42 pontos, a seis de distância para o G4.

Entretanto, Beto tem uma preocupação na formação que é a quantidade de atletas pendurados com dois cartões amarelos, já que o Tigre faz mais dois jogos em sequência dentro de casa – Vila Nova, no dia 17, e Inter, dia 21. Entre os titulares, os laterais Maicon Silva e Diego Giaretta, o meio-campista Ricardinho e os atacantes Lucão e Silvinho estão no limite de cartões.

“É uma dificuldade que nós temos, assim como os outros times. Os adversários também terão esses problemas”, minimizou Beto.

Após treinamento na manhã de quinta-feira (12), o plantel carvoeiro viajou para o Paraná no começo da tarde, onde se concentra para a partida. Beto relacionou os seguintes atletas:

Goleiros: Luiz e Édson;
Laterais: Diogo Mateus, Maicon Silva e Chico
Zagueiros: Nino, Edson Borges, Diego Giaretta e Ianson
Volantes: Barreto, Ricardinho, Jonatan Lima e Jocinei
Meias: Caíque, Alex Maranhão, Douglas Moreira e Erick Flores
Atacantes: Lucão, Silvinho, Moisés, Caio Rangel e Fabinho Alves

Criciúma