Bruno Melo marca dois, Fortaleza empata com Sampaio e garante vaga inédita na final da Série C

Lateral marca duas vezes e ajuda equipe cearense a empatar que classificou o time à decisão

Bruno Melo marca dois, Fortaleza empata com Sampaio e garante vaga inédita na final da Série C
Foto: Divulgação/Sampaio Corrêa
Sampaio Corrêa
2 2
Fortaleza
Sampaio Corrêa: Alex Alves; Pedro Costa, Maracaz e Odair; Valderrama, Esquerdinha, Diego Silva e Marlon; Uilliam (Felipe Marques, Min. 55), Reginaldo Júnior (Wellington Rato, Min. 62 e Hiltinho (Isac, intervalo). técnico: Francisco Diá
Fortaleza: Marcelo Boeck; Felipe, Edimar, Ligger e Bruno Melo; Anderson Uchôa, Pablo, Leandro Lima (Adenilson, Min. 65) e Éverton (Jô, Min. 9); Hiago e Leandro Cearense (Lúcio Flávio, Min. 79). técnico: Antônio Carlos Zago
Placar: 0-1, Bruno Melo, Min. 26; 1-1, Marlon, Min. 69; 2-1, Maracás, Min. 82; 2-2, Bruno Melo, 90+4
ÁRBITRO: Héber Roberto Lopes; Maracás (Min. 45+1); cartão vermelho: Odair (Min. 90+4)
INCIDENCIAS: Partida de volta das semifinais da série c do campeonato brasileiro 2017, realizada no estádio castelão, em São Luís, Maranhão

Fortaleza quer continuar fazendo história. Neste sábado (7), o tricolor do Pici visitou o Sampaio Corrêa pelo jogo de volta das semifinais da Série C do Campeonato Brasileiro 2017. A equipe cearense saiu na frente, sofreu a virada, mas marcou no fim e garantiu o empate por 2 a 2 que deu a vaga inédita na decisão do certame. Bruno Melo, duas vezes, marcou para o Fortaleza, enquanto Marlon, de pênalti, e Maracás fizeram para a Bolívia Querida.

Agora o Fortaleza espera o vencedor do confronto entre CSA São Bento para saber seu adversário na decisão. As datas e horários ainda serão confirmados, mas a certeza que a primeira partida será na capital cearense, com promessa de uma Arena Castelão entupida.

Fortaleza cria as melhores chances e sai na frente

Esperava-se um Sampaio mais incisivo e com vontade, já que precisava, à qualquer custo, marcar, pelo resultado no jogo de ida. Porém, não foi bem assim, pois o Fortaleza neutralizava muito as chegadas da Bolívia Querida, além de ter espaço para chegar, seja pelos lados ou pelo meio.

Mas na primeira grande chance da partida, os visitantes não desperdiçaram. Após cobrança de falta de Leandro Lima, Alex Alves saiu mal do gol, dividiu com Ligger no alto, não conseguiu cortar e a bola acabou sobrando para Bruno Melo, que mandou para o gol e deixou o tricolor cearense com uma mão e meia na vaga para decisão: 1 a 0 Fortaleza.

E após o gol, o Fortaleza seguiu melhor, tanto que quase marcou logo no lance seguinte ao gol, quando Bruno Melo cruzou e Jô apareceu para cabecear na pequena área, mas mandou para fora. Depois de um bom tempo, o Sampaio chegou pela primeira e única vez na primeira etapa, quando Uilliam arriscou um chutaço de fora da área e obrigou Boeck a fazer bela defesa. Mesmo tentando, o primeiro tempo terminou com vitória do Leão pelo placar simples.

Sampaio domina, vira, mas Bruno Melo marca de pênalti no fim e garante tricolor na decisão

Se o primeiro tempo não foi tão movimentado, o segundo foi completamente emocionante. O Sampaio voltou com uma nova pegada, bem mais ofensivo e criativo, chegando bem mais, enquanto o Fortaleza mantinha a mesma pegada, se defendendo e tentando sair no contra-ataque.

Após tanto batalhar em busca do gol, a Bolívia Querida foi recompensada na metade da segunda etapa, quando Wellington Rato tentou o cruzamento e a bola bateu no braço de Ligger: pênalti para o Sampaio. Marlon foi para a cobrança e bateu com perfeição, sem chances para Marcelo Boeck, que pulou no canto certo, mas não conseguiu defender: 1 a 1.

O gol acendeu o Castelão, que jogou junto com o time a partir daí. E foi na parte final da partida que o jogou tomou dimensões dramáticas, quando Wellington Rato cobrou escanteio da direita e Maracás subiu bem na primeira trave para cabecear com força e dar ainda mais esperanças à torcida: 2 a 1 Sampaio.

Depois disso foi um completo lá e cá, com, principalmente, o Fortaleza perdendo grandes chances em contra-ataques. Mas praticamente no último lance da partida, Jô invadiu a área pela direita e foi derrubado por Odair: pênalti para o Fortaleza. Bruno Melo foi para a cobrança e classificou o Leão para sua primeira final de Série C: 2 a 2. O zagueiro do Sampaio foi expulso no lance.

Fortaleza Esporte Clube